segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

VIDEO CONVERTER ULTIMATE PRO

OS MÚSICOS TOCAM SEUS INSTRUMENTOS. O MAESTRO TOCA A ORQUESTRA.

Hoje em dia, mesmo quem não trabalha com imagens costuma dispor de um editor dedicado em seu PC. Aliás, usuários do Windows já contam com o Paint, que é um tanto limitado, mas adequado para quem precisa apenas criar e editar imagens usando ferramentas como lápis, pincel, balde de tinta, borracha, etc. e salvá-las nos formatos mais comuns (.jpg, .gif, .bmp, .png, entre outros; para mais detalhes, clique aqui).

Ao longo das quase 3.000 postagens que publiquei desde a criação do Blog, em setembro de 2006, comentei e recomendei dezenas de editores de imagem, tanto pagos quanto gratuitos, além de diversas alternativas online, que dispensam instalação (já que rodam a partir do navegador) e atendem satisfatoriamente à maioria dos usuários eventuais (veja detalhes nesta postagem). Resguardadas as devidas proporções, o mesmo que eu disse sobre imagens se aplica a vídeos ― ou passou a se aplicar, melhor dizendo, após a popularização de plataformas de compartilhamento como o festejado YouTube.

Não é por não ser um profissional do ramo que você está obrigado a criar vídeos chinfrins, de baixa qualidade: na esteira da disseminação dos vídeos online, surgiram miríades de aplicativos voltados ao uso doméstico ― até porque ferramentas como o Adobe Premier e outras que tais, além de caras, são difíceis de usar, exigindo tempo e paciência de quem se arrisca a explorar seus recursos, que são poderosos, não resta dúvida, mas intrincados e pouco intuitivos para os neófitos.  

Sensível a esse problema, a Aiseesoft ― empresa líder no desenvolvimento de aplicativos para criação multimídia e gerenciamento de dispositivos portáteis e de PDF ― desenvolveu o Video Converter Ultimate, que permite editar vídeos de forma fácil e rápida e obter resultados de boa qualidade. Em linhas gerais, a proposta do fabricante é oferecer recursos na medida das necessidades dos usuários que desejam editar vídeos de forma amadora, e disponibilizá-los mediante comandos simples e intuitivos. Dentre outras coisas, o programinha permite adaptar os vídeos às características da tela onde eles serão exibidos, rotacioná-los (caso tenham sido gravados na vertical, por exemplo), recortar as imagens (para eliminar indesejáveis faixas pretas), aplicar zoom, modificar o formato da tela (passar do 4:3 para o 16:9 sem distorcer as imagens, também por exemplo) e muito mais.

Em vez de ferramentas altamente sofisticadas ― que geralmente são subutilizadas por quem não é do ramo ―, o Video Converter Ultimate conta com um menu lateral, onde bastam poucos cliques do mouse para você ajustar o brilho, o contraste, a saturação e a matiz, além de reduzir efeitos indesejáveis, como trepidação e ruídos. Tudo de maneira simples e intuitiva, volta a dizer, sem a necessidade de navegar por configurações complexas e, não raro, confusas.

A composição e montagem de diferentes planos é essencial para a obtenção de um mínimo de dinamismo em qualquer vídeo, e cortar os segmentos desejados e alinhá-los em uma sequência nem sempre é fácil quando se usa editores de vídeo profissionais. Com a ferramenta da Aiseesoft, no entanto, basta arrastar e soltar os arquivos na ordem desejada, indicar o trecho que tenciona utilizar de cada arquivo e deixar que o programa faça sozinho a montagem e lhe apresente o resultado final. Além disso, o VCU garante ampla compatibilidade com formatos e codecs, sendo capaz de converter e salvar os arquivos em mais de 400 perfis de áudio e vídeo.

Para saber mais sobre o software de edição de vídeos da Aiseesoft e testá-lo gratuitamente, clique aqui. Há versões para Windows ou Mac e, entre os vários idiomas disponíveis, está também o português. O preço da licença é R$ 169,92 ― que você pode dividir em 6 parcelas de R$ 28,32.


MICHEL TEMER E AS PADARIAS INFORMATIZADAS

De acordo com o site THE PIAUÍ HERALD, após confundir a moeda nacional e chamar o real de cruzeiro, FrankensTemer cometeu mais uma “gafe imperdoável”, durante o funeral de Mario Soares, ao contar ao atual presidente lusitano uma piada... de português.

― Como saber se a padaria do português foi informatizada? ― perguntou Temer.

Diante do sonoro silêncio de seu colega de além-mar, nosso presidente emendou:

― Um mouse atrás da orelha, ele usá-lo-á!

Poucos risos foram ouvidos, a maioria da comitiva brasileira, e logo Sousa iniciou uma longa explanação sobre programas portugueses de inclusão digital.

Ainda segundo o blog, Temer afirmou que a confusão aconteceu porque ele leu um livro de Ary Toledo no avião, a caminho de Lisboa, com o intuito de chegar ao país dando um ar mais leve ao provável clima de velório. Sua intenção era fazer uma piada sobre uma loira burra, porém, no frigir dos ovos, lembrou-se apenas do chiste retro citado. Perguntado se uma piada machista também não seria de mau gosto, sua excelência desconversou:

― Vocês conhecem aquela do padre, da bichinha e do papagaio?

Pois é, gente, depois de duas semanas ouvindo notícias estarrecedoras sobre rebeliões em presídios, de ter de engolir as ilações estapafúrdias do dublê de Kinder Ovo e Lex Luthor [o ministro da Justiça Alexandre de Moraes], de ver a abilolada militância de esquerda aplaudir a suposta candidatura de Lula à presidência (na condição de penta-réu, só se for de Presidente Bernardes), de ver o governo comemorar a queda da inflação ― que a população ainda não sentiu no bolso, e que só ocorreu devido à recessão, não como resultado das medidas implementadas pela equipe econômica), de faltarem poucos dias para Donald Duck, digo, Trump assumir a presidência da maior potência do mundo, achei por bem começar a segunda quinzena com um pouco de humor, para variar.

Amanhã voltaremos a falar sério. Abraços e até lá.

Confira minhas atualizações diárias sobre política em www.cenario-politico-tupiniquim.link.blog.br/ 
Postar um comentário