terça-feira, 11 de abril de 2017

BITDEFENDER ANTI-RANSOMWARE

COM A CONECTIVIDADE E UM COMPUTADOR EM MÃOS, TEM-SE DISPONÍVEL O CONHECIMENTO DA HUMANIDADE.

Por razões amplamente discutidas em outras postagens (dentre as quais eu destaco esta aqui), o ransomware é visto como uma das maiores ameaças contemporâneas à segurança digital.

Considerando que é sempre melhor prevenir do que remediar, é bom saber que a renomada empresa de segurança Bitdefender oferece gratuitamente aos usuários do Windows uma ferramenta que oferece proteção em tempo real contra esse tipo de praga ― que o antivírus convencional nem sempre é capaz de identificar e/ou neutralizar.

Observação: Não custa lembrar que, somente em 2016, a Avast identificou mais de 150 novas famílias de ransomwares para Windows, e seu Laboratório de Ameaças detectou mais de 28 milhões de ataques em todo o mundo.

O aplicativo é leve (ou seja, demanda poucos recursos do computador para ser executado) e, uma vez aberto, permanece rodando em segundo plano, minimizado na área de notificação (a porção à direita da barra de tarefas, onde fica o relógio do sistema). Note que, embora você possa configurá-lo para ser iniciado junto com o Windows, não poderá alterar sua posição ― quando o programa está aberto, sua janelinha fica sempre no canto inferior direito da tela ― e nem tampouco o idioma da interface, que é o inglês. Mas isso é uma questão de somenos, considerando a proteção que ele agrega a seu computador.

Tenha em mente, porém, que o Bitdefender Anti-Ransomware não substitui seu antivírus residente (nem o aplicativo de firewall), apenas aprimora a proteção do seu arsenal de segurança.

Mais informações e download em https://www.bitdefender.com/solutions/anti-ransomware-tool.html.

MALUF, SARNEY E O RIO AMAZONAS

A idade do rio Amazonas sempre despertou a curiosidade de pesquisadores em todo o mundo.
Até a semana passada, estimava-se a existência do rio-mar em 1,5 milhão de anos, mas sabe-se agora que ele é bem mais velho: depois de analisarem sedimentos seculares, a maioria deles derivados da formação dos Andes, cientistas brasileiros e europeus fixaram sua idade entre 9 milhões e 9,4 milhões de anos ― contados a partir dos movimentos de expansão para o oceano Atlântico.

Consultados a respeito, três dos mais tradicionais caciques da política tupiniquim não chegaram a um consenso.

FHC, como bom tucano, diz que não tem certeza, que não se lembra, que o “nascimento” do rio não foi registrado em seus DIÁRIOS DA PRESIDÊNCIAMaluf aposta em 9 milhões de anos, lembrando que já batia carteira na vizinhança por ocasião da efeméride. Mas Sarney é taxativo: 9,4 milhões de anos. Ele diz que se lembra perfeitamente, pois, na ocasião, já estava em seu segundo mandato.

Confira minhas atualizações diárias sobre política em www.cenario-politico-tupiniquim.link.blog.br/
Postar um comentário