terça-feira, 27 de novembro de 2007

TVs panorâmicas

A expressiva queda no preço das telas de grandes dimensões pode ser o ingrediente que faltava para muita gente comprar seu televisor de plasma ou LCD. Mas não basta escolher um aparelho de marca e modelo compatíveis com sua sala - e com seu bolso - para assistir a seus programas favoritos com uma imagem maravilhosa quando as emissoras começarem a transmitir com sinal digital de alta definição. Aliás, nesta fase inicial, a TV digital ainda deve apresentar diversas limitações (nem todos os programas terão alta definição e as aplicações específicas ainda vão demorar a aparecer).
A propósito, a "transmissão digital" de que tanto se vem falando é uma tecnologia que oferece vantagens por ser menos susceptível a interferências e ruídos do que a convencional, além de ocupar uma banda de freqüência quatro vezes menor, oferecer definição de imagem de melhor qualidade e som Surround 5.1.
A despeito de a maioria dos televisores de última geração suportar o HDTV, o telespectador precisará de um "set-top box" para usufruir plenamente as benesses do sistema digital de alta definição (até porque os fabricantes não poderiam embutir esse conversor nos aparelhos enquanto o sistema não estivesse definitivamente implementado). E mesmo com esse dispositivo - que já está disponível nas lojas por preços entre 700 e 1 mil Reais -, quem não tiver um televisor com resolução full HD 1920 x 1080 pixels (que custa mais de 5 mil Reais) não verá imagens na definição máxima, embora experimente uma sensível melhora em relação à transimissão analógica (a qualidade da imagem será semelhante à do DVD).
Aqui em São Paulo as transmissões digitais devem começar no próximo dia 02; em Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, somente em janeiro do ano que vem; nas demais capitais, no segundo semestre de 2008, e no resto do Brasil, só lá por 2009.
A migração para o sistema digital requer pesados investimentos das emissoras para a adequação de seus equipamentos - é provável que as empresas com mais recursos migrem primeiro (entre as emissoras que já estão transmitindo o sinal digital em caráter experimental estão a Rede Globo, a Record, a Bandeirantes e a Gazeta. Vale lembrar que, inicialmente, alguns conteúdos poderão ser transimitidos em alta definição e outros em definição padrão.
Seja como for, as TV panorâmicas disponíveis no mercado já há algum tempo, além de terem peso e espessura bem menores que as "de tubo", são mais versáteis (podem ser penduradas na parede como um quadro e/ou utilizadas como monitor de computador) e consomem menos energia. Em contrapartida, seu preço ainda é relativamente alto, o balanço do preto é menos eficiente (aspecto que prejudica a reprodução de cores fortes) e a manutenção, bem mais cara e complicada que a dos modelos tradicionais.
Boas compras.
Postar um comentário