quinta-feira, 29 de março de 2007

Limpeza é fundamental...

Computadores, mesmo os de última geração, tendem a ficar ultrapassados - e até obsoletos - em questão de meses, mas isso não significa que sua vida útil seja curta: no Brasil, usuários de classe média costumam permanecer com a mesma máquina por quatro ou cinco anos, às vezes sem nem mesmo fazer qualquer upgrade de hardware.
Então, para manter a máquina em boas condições de funcionamento, é preciso fazer uma faxina, de tempos em tempos (a regularidade varia conforme o uso e as condições ambientais - em cidades praianas ou muito úmidas, o problema é bem mais sério).
Você pode começar sua limpeza pelo teclado, que deve ser desconectado do gabinete (com a máquina desligada), virado de cabeça para baixo e sacudido. Depois, use um pincel macio para varrer a poeira e outros resíduos que se acumulam nos vãos entre as teclas e complete o serviço com o auxílio de um aspirador de pó. Para remover manchas de gordura (de suor ou da sujeira das mãos), use um pano macio umedecido numa solução de água e detergente neutro (o teclado é um dispositivo barato, sendo mais fácil substituí-lo do que desmontá-lo para limpar mais profundamente e tentar desencardir as teclas).
Na seqüência, com o mesmo pano úmido, limpe externamente o mouse. Depois, remova a esfera (caso seu modelo não sejo ótico) para limpar a cavidade, a bolinha e os eixos responsáveis por transferir para a tela os movimentos do dispositivo.
O próximo passo consiste em pincelar e, em seguida, aspirar toda a poeira que tende a se acumular nas entradas de ar do gabinete (especialmente nos dutos frontais, laterais e do painel traseiro, próximo à gradinha do exaustor da fonte de alimentação). Feito isso, use volte a usar o paninho úmido para limpar a carcaça do gabinete (evite jogar o líquido de limpeza diretamente no equipamento).
Faça a mesma operação na carcaça do monitor e limpe a tela também com o paninho úmido, usando desta feita uma solução fraca de água e álcool (de preferência isopropílico, que pode ser comprado em farmácias). Tome especial cuidado na hora de limpar telas LCD (já vimos aqui no Blog o procedimento recomendado para esses casos).
De tempos em tempos, abra o gabinete (sempre com o computador desligado, inclusive da tomada) e passe o pincel na placa-mãe, nas placas de expansão, nos módulos de memória e, principalmente, nas hélices das ventoinhas (do processador, da fonte de alimentação e demais coolers, se houver). Torne a aspirar o pó - tomando cuidado para não tocar nos componentes mais frágeis - e, finalmente, limpe a face interna da tampa (com o pano seco ou embebido na solução de limpeza, conforme a necessidade), deixe secar por alguns minutos, remonte a tampa, reconecte os cabos e religue o computador.
Bom dia a todos e até amanhã.
Postar um comentário