terça-feira, 16 de outubro de 2007

Firewalls

Entre nossas principais recomendações de segurança, a utilização de um firewall é uma constante, mas de nada adianta você instalar um aplicativo desses se não souber configurá-lo e utilizá-lo adequadamente.
Aliás, para quem ainda não sabe, "firewall" é o nome que se dá ao dispositivo de uma rede de computadores que tem por função regular o tráfego e impedir a transmissão e a recepção de dados nocivos ou não autorizados. Na prática, ele funciona como uma espécie de "leão de chácara de boate", verificando tudo que entra ou que sai (da rede para o seu computador e vice-versa), permitindo somente o tráfego de dados autorizados. Existem firewalls baseados na combinação de hardware e software e firewalls baseados somente em software, sendo que estes últimos são recomendados para uso doméstico.
O grande problema é que a maioria dos usuários finais não sabe configurar corretamente o firewall, para permitir que ele opere de maneira eficiente, sem deixar brechas para qualquer tipo de invasão. Isso sem falar que muitas soluções de varejo são pouco amigáveis, com interfaces confusas e difícil configuração.
Na dúvida, independentemente do produto utilizado, escolha sempre a opção para barrar tudo que vem de fora e que seja desconhecido; libere o acesso ao correio eletrônico e selecione as atualizações do Windows (se for o caso). Libere todas as aplicações que você julgar importantes e que dependem da Internet para funcionar, como softwares de compartilhamento e de download, mas tome muito cuidado com programas de compartilhamento de música e vídeo. Adote firewalls que não monitoram não apenas o que entra na máquina, mas também o que sai.
Lembre-se de que, apesar de ser uma barreira eficaz contra ataques e invasões, um firewall, sozinho, não é capaz de garantir uma navegação totalmente segura; convém adotar um pacote de soluções que contenham antivírus, antispyware, antispam e ferramenta contra phising, de modo a reduzir a probabilidade de ataques.
Antes de adquirir um aplicativo pago, vale a pena experimentar as versões gratuitas que muitos fabricantes (dentre os quais a McAfee, a Symantec e a Zone Labs) oferecem para teste.

Finalmente, mas não menos importante, vale relembrar que o Zone Alarm (http://www.zonelabs.com/) é o firewall gratuito - para uso doméstico - preferido pelos internautas, e que suas principais rotinas de instalação e configuração já foram abordadas detalhadamente em nosso livrinho sobre segurança virtual.
Bom dia a todos e até amanhã.
Postar um comentário