quarta-feira, 25 de julho de 2012

VÍRUS & MALWARES “INVISÍVEIS”


As primeiras pragas eletrônicas se disseminavam através de disquetes (especialmente de joguinhos em DOS) e limitavam-se basicamente a pregar sustos nos usuários, produzindo sons estranhos, exibindo mensagens divertidas ou pornográficas, e daí por diante. Já os malwares atuais se espalham através da Internet e buscam passar despercebidos, para poder alcançar mais facilmente seu intento (capturar informações confidenciais, senhas, dados bancários, números de cartões de crédito, e por aí vai)

Observação: 6.000 novos malwares são criados mensalmente, e mais de 20% deles vêm diretamente de grupos de cibercriminosos organizados.

Como prevenir acidentes é dever de todos, além de manter seu sistema e programas atualizados e dispor de um arsenal de defesa eficaz, faça varreduras por demanda semanalmente e obtenha uma segunda (ou terceira, ou quarta) opinião junto a um serviço online (ou então instale a versão gratuita do excelente MalwarebytesAnti-Malware, que, por não oferecer proteção em tempo real, não conflita com seu antivírus residente).
Boa sorte a todos e até mais ler.
Postar um comentário