segunda-feira, 15 de junho de 2015

PROGRAMAS POTENCIALMENTE INDESEJADOS - COMO SE LIVRAR DELES

TODOS OS COGUMELOS SÃO COMESTÍVEIS; ALGUNS, SÓ UMA VEZ.

A maioria dos PUPs não põe em risco a segurança do sistema, mas isso não significa que tenhamos de ser tolerantes com softwares que se instalam sem nossa anuência, adicionam barras de ferramentas não solicitadas ao navegador e modificam, à nossa revelia, a homepage e a ferramenta de pesquisas que estamos acostumados a usar.

No mais das vezes, essas pestes vêm de carona com aplicativos que baixamos da Web ─ mais comumente (mas não exclusivamente) freewares  e em muitos casos (mas não em todos, infelizmente) podemos excluí-los do processo de instalação simplesmente desmarcando suas respectivas caixas de verificação. Noutros, todavia, ou desistimos do aplicativo desejado, ou recebemos de brinde seus penduricalhos indesejáveis. 

Como é sempre preferível prevenir a remediar, vale lembrar que o NINITE permite baixar e instalar aplicativos em lote sem esses apêndices cabulosos, e que o UNCHECKY previne instalações casadas, evitando que pulemos acidentalmente alguma delas ─ no caso de o instalador tentar embutir dissimuladamente quaisquer códigos potencialmente indesejáveis, a ferramenta emite um alerta, conforme vimos nesta postagem.

No caso de as medidas preventivas falharem, resta-nos remover os programinhas indesejáveis, e a maneira de fazê-lo é, na maioria dos casos, a que eu sugeri nesta matéria. 

Observação: Na hora de remover aplicativos, quaisquer que sejam eles, convém recorrer ao REVO UNINSTALLER ou ao IOBIT UNINSTALLER, que eliminam a maior parte dos resíduos que os desinstaladores-padrão costumam deixar para trás.

Note que, mesmo quando bem-sucedida, a desinstalação dos PUPs pode não reverter os navegadores ao status quo ante, cabendo ao usuário redefinir a homepage e o mecanismo de pesquisas de sua preferência. Para isso:

a) No Chrome, clique no botão Personalizar e controlar o Google Chrome (no canto direito da janela, representado por três linhas horizontais sobrepostas) e selecione Configurações. No campo Inicialização, reconfigure a exibição da homepage e no campo Pesquisar, clique em Gerenciar mecanismos de pesquisa e restaure o search engine que você está acostumado a usar (sugiro manter somente o mecanismo padrão e apagar os demais, clicando no “X” à direita de cada opção).

b) No Firefox, clique no botão com as três linhas horizontais (Abrir menu), selecione Opções, clique na guia Geral para reconfigurar sua homepage e na guia Pesquisar para restabelecer o mecanismo de buscas desejado.

Observação: O BROWSER CLEANER e o SMART TOOLBAR REMOVER podem facilitar sobremaneira a remoção de itens indesejáveis encalacrados no navegador.

Mesmo dispondo de um arsenal de defesa responsável (antivírus, anti-spyware, firewall, etc.), você pode recorrer também ao Superantispyware Free Edition e/ou ao Malwarebytes Antimalware Free, que não conflitam com as suítes de segurança residentes.

Era isso, pessoal. Barbas de molho, abraços e até a próxima.
Postar um comentário