terça-feira, 17 de julho de 2007

Amenidades

Considerando que, para muita gente, Julho é mês de férias - haja vista o debandar geral dos visitantes comentaristas -, resolvi entremear algum conteúdo mais "light" nas postagens aqui do Blog, começando hoje com a presença do mundo animal no "planeta automóvel".
No âmbito dos PCs, o "MOUSE" (rato, em inglês) talvez seja o único componente batizado com nome de bicho (devido ao seu formato e ao fio comprido semelhante a um rabo, embora modelos mais recentes sejam wireless). Já no âmbito automobilístico, a variedade de animais que emprestam seus nomes a modelos de carros, componentes e equipamentos de manutenção é bem maior: atire o primeiro pneu quem nunca usou um macaco ou não se aborreceu com os grilos que surgem inopinadamente com o passar do tempo e o uso normal do veículo.
O "MACACO" é um equipamento integrante do kit obrigatório de ferramentas que serve para levantar o carro na hora de trocar um peneu furado, cujo nome decorre de certa semelhança com o braço do animal. Existe também outro modelo conhecido como "MACACO-JACARÉ" (maior e que suporta mais peso), de uso comum em oficinas e borracharias, que, além de ser arrastado pelo chão (lembrando a forma de locomoção do réptil), quando em ação, assume o formato de um jacaré com a boca aberta.
"BARATINHA" é o nome pelo qual ficaram conhecidos alguns modelos de carros de corrida da década de 50 (devido ao formato de suas carrocerias), ao passo que "BORBOLETA" remete a um componente que abre e fecha ao comando do pedal do acelerador (para controlar a entrada de ar no sistema de alimentação dos veículos carburados ou injetados), num movimento que lembra em muito o das asas do inseto em questão, e a "PORCA" - pecinha que todo mundo conhece - deve seu nome ao fato de ser preenchida pelo "parafuso" (cujo formato se assemelha ao do órgam sexual do porco).
Mas a coisa não pára por aí: é grande o número de marcas e modelos de carros batizados com nome de animais (em alguns deles, a imagem do bicho é até mesmo utilizada como logotipo). Casos clássicos envolvem o cavalinho rompante da FERRARI, os touros da LAMBORGUINI (MIURA, MURCIELAGO etc.) ou mesmo o felino JAGUAR - que cede tanto o nome quanto a imagem).
O "FUSCA" foi apelidado de "BESOURO" (Beetle, nos EUA), e a FORD, dentre outros modelos famosos, obteve grande sucesso com o lançamento do MUSTANG - nome de uma raça de cavalos - , embora sua subsidiária brasileira não tenha sido tão feliz com o CORCEL.
Abraços e um bom dia a todos.
Postar um comentário