sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Curtas...

Como hoje é sexta-feira, vou postar um conteúdo mais "light", tipo besteirol, mas nem por isso menos interessante:

A origem da palavra FULANO remonta ao termo hebráico FULUNI, que significa "um dentre muitos". Daí a expressão "FULANO DE TAL", que se incorporou à língua portuguesa para qualificar qualquer indivíduo "incerto e não sabido".
Cada país tem seus próprios fulanos, com nome e sobrenome: no Brasil, diz-se "Zé Ninguém" ou "Zé da Silva"; nos EUA,"John Doe"; na Austrália, "Fred Nerk"; na França, "Jean Dupont"; na Inglaterra, "Joe Bloggs"; na Itália, "Pinco Pallino"; no Japão, "Taro Yamada".

Para a alegria dos amantes da música clássica, um programa de computador promete produzir novas peças de Vivaldi, Bach, Beethoven e outros compositores que tais. O software "Experimentos em Inteligência Musical" (ou simplesmente "EMMY") analisa o padrão musical dos artistas e consegue formar novos arranjos e partitura seguindo as mesmas regras utilizadas pelos grandes gênios - e os resultados, segundo os idealizadores do projeto, são bastante convincentes.

Finalizando, segue uma piadinha enviada pela Vanda (abraços, menina):

Quatro técnicos estão em um carro, quando, de repente, ele pifa. Cada um dá o seu diagnóstico:
Técnico em mecânica: A caixa de câmbio deve estar avariada.

Técnico em química: Não concordo. O problema está na composição do combustível.
Técnico em eletricidade: Nada disso! É a bateria que está descarregada.
Técnico em informática: E se a gente entrasse e saísse de novo?

Abraços a todos, bom final de semana e até a próxima.
Postar um comentário