segunda-feira, 23 de julho de 2007

Arquivo de Paginação - dúvidas

Em resposta à pergunta da Rosária (no post do dia 18), é possível configurar um tamanho adequado ao arquivo de paginação monitorando o sistema e verificando quanta memória ele usa (se o consumo de memória for inferior à quantidade de RAM instalada, a memória virtual pode ser considerada ociosa - embora cerca de 10 ou 15% dela seja normalmente utilizada para operações internas):

1- Abra o Painel de Controle, clique em Ferramentas Administrativas e abra o console Desempenho.
2- Clique em Monitor do Sistema e, em seguida, no sinal de MAIS (+).
3- Na janela Adicionar contadores, selecione Arquivo de paginação na lista Objeto de desempenho.
4- Clique nesse objeto, selecione o contador % uso, clique em Adicionar e observe, então, o comportamento do gráfico.

Via de regra, os especialistas recomendam deixar o arquivo de paginação com cerca de 1,5 vezes o "tamanho" da RAM instalada, mas, em muitos casos, é melhor deixar o Windows se encarregar de fazer esses ajustes automaticamente (mesmo sob pena de fragmentar o arquivo de troca). Note, porém, que a memória virtual é apenas um paliativo; se você quiser deixar seu computador mais "rápido", a sulução consiste em adicionar memória física (RAM).
Para verificar o uso da RAM via Gerenciador de Tarefas, pressione Ctrl+Alt+Del e clique na aba Desempenho. Se o número em "Disponível" (no campo "Memória Física") estiver próximo de zero, você precisará instalar mais RAM.
Para usuários domésticos comuns do XP, a quantidade de RAM recomendável é de 1GB (trabalhos com imagens e uso do Nero Express para gravar CDs costumam ficar 30% mais rápidos depois de um upgrade de 512MB para 1GB de RAM). Já para quem costuma rodar vários aplicativos simultaneamente ou trabalhar com edição de vídeo e grandes arquivos gráficos, é melhor dispor de pelo menos 2GB (quantidade que também costuma ser suficiente para rodar o Windows Vista).
Como a RAM é fabricada a partir de diversas tecnologias (SDRAM, DDR, DDR2 e DDR3) e a maioria das placas-mãe aceita apenas um tipo específico, verifique no manual do seu equipamento qual a tecnologia adequada e como os pentes devem ser instalados.

Em tempo: Fabricantes como a Crucial e a Kingston oferecem práticas ferramentas online para identificar o tipo correto de memória para um vasto leque de computadores e placas-mãe.

Abraços a todos e até amanhã.
Postar um comentário