sexta-feira, 21 de outubro de 2011

CCLEANER (final) e humor de sexta-feira


Como diz um velho ditado, o que é bom sempre pode melhorar. Embora seja uma excelente suíte de manutenção, o CCLEANER peca, a meu ver, em alguns aspectos:

O módulo desinstalador de programas, por exemplo, simplesmente replica o applet do Painel de Controle do Windows. Reconheço que ele agiliza o acesso à lista, mas renomear ou eliminar quaisquer entradas referentes a aplicativos cuja desinstalação não tenha sido bem sucedida só “mascara” o problema (e pode ser feito facilmente mediante uma rápida incursão pelo Registro – veja como em http://fernandomelis.blogspot.com/2006/11/programas-rebeldes.html). Bom mesmo seria se ele fizesse um trabalho aprimorado como o do REVO.

Já o módulo que corrige erros no Registro poderia muito bem incluir um desfragmentador para esse importante banco de dados (para suprir essa deficiência, recomendo o ERUNT).

A Ajuda poderia vir “embutida” no programa (embora a versão online cubra os principais aspectos e seja capaz de dirimir a maioria das dúvidas dos usuários). A Piriform informa que escolheu esse modelo para não “inchar” os arquivos de instalação do programa, mas a razão parece ser outra, pois, para se ter acesso a um suporte mais rebuscado, é preciso desembolsar R$ 50 (licença válida por um ano). Note que, pelo dobro desse valor, você licencia o excelente System Mechanic, que é bem mais completo (aliás, a Iolo http://www.iolo.com/ oferece uma versão Trial válida por 30 dias, que é tempo mais do que suficiente para você dar uma geral no seu sistema).

Vale lembrar que não há problema algum em usar dois (ou mais) pacotes de manutenção, até porque, devido a diferenças de recursos e metodologias entre eles, cada qual pode oferecer recursos ausentes nos demais e fazer correções que os outros deixem passar. A titulo de sugestão, não deixe de conhecer o   Advanced System Care e o WinUtilities, disponíveis tanto em versões pagas quanto gratuitas.

Passemos agora à piadinha da vez:

A mulher vê o marido preparando uma mala de viagem.
- O que está fazendo?
- Preparando uma mala.
- Para...?
- Vou para a Austrália.
- Para quê?
- Porque dizem que lá pagam 100 dólares por cada relação sexual.
A mulher se pôs a preparar uma mala também. No que o marido pergunta:
- E você? Tá fazendo o quê?
- Preparando uma mala.
- Para...?
- Para ir para a Austrália.
- E...?
- Para te ajudar, porque não acredito que você vá conseguir viver só com 100 dólares por mês.

Abraços a todos e um ótimo final de semana.   
Postar um comentário