quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Instalação de Reparo

Respondendo a pergunta da Mônica, vale lembrar que a Resturação do Sistema - recurso implementado pela Microsoft no Windows a partir da versão ME - representa uma forma de acabar com problemas inexplicáveis e restagatar a performance do computador. Entretanto, esse recurso está longe de ser infalível: há casos em que ele não está habilitado ou simplesmente não funciona - o programa não consegue completar com êxito a tal "viagem no tempo", a despeito de o usuário tentar vários pontos de restauração.
A propósito, a periodicidade com que o Windows cria esses pontos de restauração varia de computador para computador, devido a questões de configuração (dentre outros aspectos, o espaço reservado para a criação desses pontos) e conforme o uso da máquina (sempre que o usuário faz uma limpeza de disco e comanda a exclusão de pontos antigos, o sistema salva apenas o último).
Enfim, caso a Restauração do Sistema não cumpra seu papel e antes de você partir para o "tratamento de choque" - formatar a unidade de sistema e reinstalar tudo a partir do zero - vale a pena tentar fazer uma Instalação de Reparo, que não irá mexer com suas configurações ou exigir que você reinstale seus aplicativos. Tudo correndo bem, com cerca de uma hora de trabalho você consegue botar o bonde novamente nos trilhos.
Para isso, é preciso inicializar o Windows XP pelo CD-ROM. Antes de qualquer outra coisa, acesse o CMOS Setup (geralmente pressionando a tecla <Delete> repetidamente, durante o POST) e modifique a ordem de inicialização do sistema, forçando-o a procurar os aquivos primeiro no CD-ROM. Em seguida, insira o CD do XP no drive, reinicie o computador e, janela por janela de configurações, selecione seu drive atual, mas pressione "R" e tecle na tela final, para efetuar uma instalação de reparo (se você pressionar por engano e comandar uma instalação total, o Windows irá avisá-lo de que você perderá suas configurações, sendo um bom lembrete para fazê-lo retornar e selecionar a Instalação de Reparo). Ao final do processo, será preciso reinstalar os drivers de chipset e de dispositivos, mas, convenhamos, esse é um preço pequeno a se pagar pelo resgate da estabilidade do PC.
Note que essa modalidade de reinstalação do Windows nem sempre é possível a partir de CDs que não sejam mídias "originais" da Microsoft: a maioria dos notebooks e muitos desktops de grife costumam vir acompanhados de discos personalizadas pelos respectivos fabricantes, que comandam a formatação automatica da unidade de sistema e partem para a reinstalação completa, revertendo o software da máquina às configurações "de fábrica". Muito cuidado, portanto.
Abraços a todos e até amanhã.
Postar um comentário