quarta-feira, 4 de abril de 2007

Águas de Março em Abril...

Como sabemos, foi o saudoso maestro Tom Jobim que imortalizou as "Águas de Março" (chuvas de verão) na famosa canção de mesmo nome... Só que, neste ano, esas chuvas torrenciais, típicas do verão, vêm dando o ar da graça em Abril - já em pleno outono, portanto. Foi o que se viu na tarde de ontem, aqui na cidade de São Paulo, com destaque para a zona sul e região do Aeroporto de Congonhas: o trânsito, já caótico, ficou infernal; alagamentos e semáforos apagados atrasaram o jantar de muita gente (alguns paulistanos continuam sem energia elétrica até agora).
Nunca é demais lembrar que não devemos usar eletro-eletrônicos (notadamente o computador) durante tempestades com relâmpagos. Mesmo com a proteção de filtros de linha, estabilizadores de tensão e no-breaks, convém pôr as barbas de molho e desligar os equipamentos diante dos primeiros sinais do temporal (que geralmente não cai sem avisar).
Mesmo se não estiver relampejando, chuvas fortes com rajadas de vento costumam trazer problemas à rede elétrica, e a interrupção abrupta no fornecimento de energia resulta quase sempre em perda de dados - quando não causa problemas mais graves, como a queima de placas de modem, HD e outros componentes delicados e sensíveis a oscilações de tensão.
Então, ainda que esta recomendação pareça a mais pura exaltação do óbvio, diante do prenúncio de uma tempestade, o recomendável é finalizar os trabalhos em andamento, fechar os aplicativos, encerrar o Windows e desligar o computador (e o modem, inclusive da tomada). E o mesmo vale para televisores, aparelhos de som, refrigeradores e companhia - nesse caso, não há perda de dados, mas apenas o risco de queima do equipamento, especialmente se ocorrer uma sobretensão na rede elétrica, fato comum quando o fornecimento de energia é restabelecido.
Já no ambiente de trabalho, quem pode, manda; quem tem juízo, obedece. Nesse caso, o melhor é você se ater à política da empresa, mas não custa alertar seu chefe acerca desses perigos.
Abraços, boa sorte a todos e até amanhã, se São Pedro permitir.
Postar um comentário