segunda-feira, 9 de abril de 2007

PC Novo... a hora é agora?

Se nem Papai Noel nem o Coelhinho da Páscoa se sensibilizaram com seus pedidos, não desanime: parta para a ação, aproveite as ofertas das lojas de informática, redes de hipermercados e grandes magazines e compre você mesmo seu PC novinho em folha.
Devido ao advento de tecnologias inovadoras e ao surgimento de novos fabricantes, computadores com configurações consideradas até algum tempo atrás como de topo linha vêm sendo promocionados em condições bastante palatáveis.
Ainda que o Abílio (Diniz) não precise de publicidade gratuita em nosso blog (haja vista o último balanço do Grupo Pão de Açucar), vale comentar que os preços praticados na 8a feira de informática do Extra são, no mínimo, interessantes. Por módicos R$989 - à vista ou em 12 vezes sem juros no cartão da loja -, você adquire um PC da marca Mirax, com 512 MB de RAM, HD de 80 GB e gravador de DVD.
É bem verdade que o monitor CRT e o Windows Starter Edition não chegam a entusiamar os mais exigentes, mas o preço está bom (considerando tratar-se de uma máquina nova e completa - a título de comparação, só o monitor LCD de 17" que eu comprei em meados do ano passado já custou mais do que isso). Além dessa há, evidentemente, diversas outras opções de marcas, configurações e preços, uma das quais talvez compatível com seu gosto (e bolso).
Claro que quem "respira" tecnologia prefere uma integração personalizada, mas a maioria dos usuários domésticos costuma optar por um PC pronto, integrado por uma empresa renomada - até para evitar dor de cabeça e usufruir da garantia do fabricante. Sem falar que a integração caseira não implica necessáriamente em economia, embora lhe permita escolher os componentes e recursos adequados às suas necessidades e expectativas.
Por outro lado (e tudo sempre tem um outro lado), é preciso tomar cuidado ao adquirir um PC de marca: alguns modelos oferecem recursos bem aquém do esperado ou embutem componentes problemáticos ou deficientes (depois, não adianta chorar). Há casos até de computadores congenitamente problemáticos, conforme veremos na postagem de amanhã.
Abraços e até lá.
Postar um comentário