quinta-feira, 2 de agosto de 2018

ATALHOS DE TECLADO NO WINDOWS 10

QUANDO VOCÊ ESTIVER COM AS MÃO SUJAS DE GRAXA É QUE SEU NARIZ VAI COMEÇAR A COÇAR.

Em linhas gerais, usar um atalho significa encurtar o caminho que leva de um ponto a outro. No âmbito da informática, o termo “atalho” tem essa mesma acepção. Por exemplo, se apontarmos para um item qualquer da lista de aplicativos do Menu Iniciar, mantivermos o botão esquerdo do mouse pressionado e arrastarmos o item para a Área de Trabalho, será criado um atalho para o aplicativo (representado pelo ícone associado ao programa, mas diferenciado por uma pequena seta, como na imagem que ilustra esta matéria). Assim, sempre que quisermos executar o tal aplicativo, poderemos simplesmente clicar no atalho em vez de abrir o Menu Iniciar, localizar o programa na lista e convocá-lo a partir de lá.

Já os atalhos de teclado também se destinam a “encurtar o caminho”, permitindo-nos economizar tempo na execução de uma vasta gama de tarefas. Por exemplo, para acessar o menu Executar, usamos o atalho Win+R (ou seja, pressionamos a tecla com o logo do Windows em conjunto com a da letra R) — vale lembrar que a Microsoft suprimiu a entrada para o Menu Executar da lista do Menu Iniciar quando lançou o Windows 7, por entender que ela se tornou desnecessária depois que a caixa de pesquisas foi incorporada à Barra de Tarefas do sistema. Outros atalhos notórios são o Ctrl + C, Ctrl + X e Ctrl + V, através dos quais podemos, respectivamente, copiar, recortar e colar imagens, blocos de texto e por aí afora.

Ainda que facilitem nossa vida e aumentem nossa produtividade, costumamos ignorar solenemente uma porção de atalhos, sobretudo porque muitos deles não são usados com frequência e, portanto, fica difícil memorizar de quais teclas devemos pressionar para obtermos um determinado resultado. Para muitos de nós, é mais “natural” pressionar a tecla F11 para maximizar uma janela do que recorrer ao atalho Win + seta para cima. Ou clicar em Iniciar > Ligar/Desligar > Desligar para encerrar o Windows e desligar o computador do que usar o atalho Win + X para acessar as opções de desligamento.

No entanto, é tudo uma questão de hábito — e de memória, porque os atalhos só são úteis quando nos lembramos de pronto quais teclas precisamos combinar para que seja produzido o resultado que queremos obter (para conferir uma extensa lista de opções, siga este este link).

Tenha em mente que nem todos os atalhos que funcionavam nas edições mais antigas do Windows funcionam ou proporcionam os mesmos resultados no Windows 10. Então, não deixe de conferir 32 atalhos bem legais no clipe de vídeo abaixo — afinal, se uma imagem vale por 1.000 palavras, um vídeo pode valer por milhares de imagens (e assim eu não preciso escrever uma porção de combinações de teclas).


Postar um comentário