segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Velocidade é tudo...

Pensando em montar um PC novo ou em fazer um upgrade na sua máquina? Então, não se esqueça do HD.
Não estou sugerindo que alguém possa partir para uma integração caseira sem incluir um disco rígido entre os componentes necessários à montagem da máquina, mas sim que muitos usuários não dedicam a necessária atenção à escolha desse dispositivo.
Quando o assunto é desempenho, normalmente pensamos num processador poderoso e em fartura de memória RAM (o que não está errado). Entretanto, é preciso ter em mente que a responsabilidade do HD vai bem além de fornecer espaço suficiente para a armazenagem de "toneladas" de fotos, filmes e músicas: a velocidade de rotação e o tamanho do "buffer" influenciam sensivelmente o desempenho global do sistema.
A rotação é importante porque determina o tempo que o disco leva para acessar os dados - quanto maior a velocidade, mais rápido será o acesso - e o padrão autal para desktops é de 7.200 RPM (notebooks modernos costumam integrar discos de 5.400 RPM).
O buffer do HD, por sua vez, é um recurso que passou a ser implementado após a popularização dos discos de 7.200 RPM. Ele consiste numa pequena porção de memória destinada a armazenar - e retornar rapidamente - os dados exigidos mais frequentemente pelo processador. Os primeiros discos com buffer vinham com apenas 2 MB, mas modelos atuais já trabalham com 16 MB, sendo 8 MB um valor aceitável (verifique atentamente as especificações do produto, porque muitos lojistas ainda vendem modelos antigos, de 7.200 RPM, sem buffer).
Existem HDs domésticos que trabalham a 10 mil RPM, com desepenho equivalente ao de discos SCSI - padrão muito utilizado em servidores -, mas sem as desvantagens da instalação complicada inerente a essa tecnologia. A Western Digital, por exemplo, disponibiliza versões de 36, 80 e 150 GB, cujo preço "mais salgado" é compensado pela performance: seu tempo de acesso é 50% melhor que o dos HDs de 7.200 RPM, e a velocidade na transferência de arquivos (entre um disco e outro ou entre partições) chega a ser três vezes maior.
Um bom dia a todos.
Postar um comentário