sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Ano Bissexto

Sinônimo de superstição para algumas pessoas, o "ano bissexto" nada mais é do que uma estratégia matemática e astronômica instituída para corrigir a discrepância existente entre o ano-calendário convencional e o ano solar (tempo que a Terra demora para dar uma volta completa em torno do Sol, que é de 365,24219878 dias).
Um ano tem 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos. Por convenção, esse número é arredondado para 365 dias e 6 horas, o que resulta em três anos de 365 dias e um de 366. Mas essa prática resulta num aumento de onze minutos por ano, razão pela qual é preciso "pular" alguns anos bissextos para não avançar um dia no calendário a cada 400 anos. Assim, os anos múltiplos de 100 não são considerados bissextos (a não ser quando são também múltiplos de 400).
Contrariando a crença popular, o termo "bissexto" não advém do "duplo 6" dos 366 dias desses anos, mas se origina no antigo calendário romano, onde os últimos dias de cada mês eram nomeados conforme o tempo que faltava para a Calendae (primeiro dia) do mês seguinte - como era o 6º dia anterior à Calendae de Março que se duplicava, Fevereiro passava a ter dois "sextos dias".
Vejamos agora algumas curiosidades:

- Em inglês, o ano bissexto é chamado de "Leap year".
- Se não fosse pela instituição do "ano bissexto", em 360 anos o inverno começaria no outono, e em 720, o verão estaria começando no inverno.
- As pessoas nascidas em 29 de fevereiro não aniversariam somente a cada 4 anos, é claro, mas muitos comemoram essa data de maneira diferenciada - e alguns até se acham especiais por conta disso.
- Não sendo bissexto, todo ano termina no mesmo dia da semana em que se iniciou, e seus meses de Fevereiro, Março e Novembro também começam sempre no mesmo dia.
- Nenhum século teve início numa quarta-feira, sexta-feira ou num sábado.
- O calendário se repete a cada 28 anos, com os dias do mês "caindo" nos mesmos dias da semana.

Bom final de mês a todos e um ótimo "mês que vem".
Postar um comentário