quinta-feira, 3 de julho de 2008

Lentidão.

Gente, olha, nunca pensei que um frase de efeito fosse causar tanta polêmica. Na verdade, acho que tocar nesse assunto é gastar boa vela com mau defunto, mas não posso me furtar a consignar aqui este comentário.
Dito isso - e voltando ao que interessa -, dias atrás a gente discutiu aqui alguns procedimentos destinados a "vitaminar" um PC cansado (na seqüência de postagens que eu batizei de "fôlego"). Vale lembrar lentidão é menos um problema do que uma "característica do produto", por assim dizer, já que decorre das exigências cada vez maiores dos softwares e da desatualização natural do hardware.Enfim, além das muitas dicas já postadas aqui no Blog a propósito, seguem mais algumas (embora você não deva esperar mágicas ou milagres; PC novo, só na loja).

1 - Abra o Gerenciador de Tarefas do XP (dê um clique direito na barra de tarefas e escolha a opção correspondente ou simplesmente pressione <Ctrl+Alt+Del>).

2 - Clique na aba Desempenho e observe os gráficos que mostram o uso da CPU (se o processador utilizar constantemente mais de 50% de sua capacidade, problemas à vista).
3 - Para distinguir entre o uso da CPU pelo sistema e por outros aplicativos, selecione Exibir > Mostrar tempos do Kernel (o Windows divide o gráfico de uso da CPU em duas linhas: vermelha para aplicações Windows e verde para outros aplicativos).
4 - Clique na aba Processos para ver todos os que estão em execução e avalie o uso da CPU por cada um deles. Reinstale qualquer programa que esteja “devorando” recursos desnecessariamente - ou descubra e instale uma aplicação alternativa que exija menos do processador.

Observação: A aba Desempenho do Gerenciador de Tarefas também oferece imagens sobre o uso da memória RAM de seu PC. No XP, se a taxa total de execução (carga comprometida ou memória usada pelo kernel) exceder o total de memória física, seu sistema deve contar com arquivos de paginação pesados (o pico da taxa comprometida é a quantia combinada entre memória física e virtual disponíveis; permitir que a taxa total e a de pico se aproximem pode gerar problemas).

A melhor maneira de eliminar gargalos do sistema é adicionando mais memória RAM, embora aumentar o tamanho do arquivo de troca (ou movê-lo para um drive mais rápido) também ajuda. Caso você suspeite de que seu HD seja responsável pela queda no desempenho do PC, faça o seguinte:

1 - Clique em Iniciar > Executar, digite "perfmon" (sem as aspas) e dê <Enter> para abrir o Monitor do Sistema do XP.
2 - Se você não visualizar a porcentagem de tempo do disco (Disk Time), clique com o botão direito em Contador, no rodapé da janela, e selecione Adicionar Contadores.
3 - Selecione PhysicalDisk (disco físico, abaixo de Performance de Objeto), escolha a porcentagem de tempo de disco na lista sob o menu e finalize clicando em Adicionar e em Fechar (caso esse valor ultrapasse freqüentemente a marca de 50%, seu drive pode estar comprometendo a performance do computador).

Faça uma faxina em regra e desfragmente seu HD (já vimos como fazer isso em diversas oportunidades). Se não resolver, considere a idéia de substituir o disco rígido por outro mais rápido e que tenha mais cache, ou de adicionar um segundo drive configurado em RAID 0.

Um bom dia a todos.
Postar um comentário