terça-feira, 2 de agosto de 2011

QUICKFORGET

Já dissemos que e-mails trafegam abertos pela rede (ou seja, estão mais para cartões postais que para cartas convencionais) e podem ser interceptados e lidos por quem estiver no lugar certo e na hora certa, desde que disponha das ferramentas adequadas, evidentemente.
Claro que sempre podemos nos valer da criptografia para garantir a privacidade das informações, mas isso é outra história e fica para outra vez. Para efeitos desta postagem, importa mesmo é dizer que uma maneira simples e fácil resguardar informações sigilosas ou confidencias é usar o QUICKFORGET – serviço que dispensa registro ou cadastro; basta você acessar o site (http://www.quickforget.com/), escrever mensagem desejada e enviar o respectivo link para o destinatário.
O “pulo do gato” é configurar o intervalo de tempo durante o qual ela ficará disponível ou o número de vezes que poderá ser visualizada. Depois disso, o serviço destruirá a mensagem, e quem tentar acessar o link será informado de que o QUICKFORGET “esqueceu o segredo”.
Bom dia a todos e até mais ler.
Postar um comentário