quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

LÂMPADAS INCANDESCENTES, FLUORESCENTES, BELENUS e VEGETAIS

O MAL ESTÁ SEMPRE NA ALMA DOS OUTROS.

Quando se fala em eletricidade, sempre nos vem à mente a imagem de Benjamin Franklin empinando sua luz elétrica remete a Thomas Edison, embora ele tenha criado a lâmpada incandescente comercializável – antes dele, pelo menos outros 20 inventores tentaram construir fontes de luz a base de energia elétrica.
famosa pipa debaixo de um temporal, ao passo que
Enfim, como a haste de carvão dos primeiros modelos se deteriorava após poucas horas de uso, Edison experimentou diversas ligas metálicas, e hoje em dia o material utilizado é o tungstênio, devido a sua elevada temperatura de fusão. Mesmo assim, a vida útil de uma lâmpada incandescente é estimada em 2.500 horas (contra 15.000 dos modelos fluorescentes e 50.000 dos LEDs).
Claro que já temos tecnologia mais do que suficiente para dobrar, ou mesmo triplicar, a vida útil de uma lâmpada comum, mas isso não interessa aos fabricantes, pois o conceito da obsolescência programada, amplamente utilizado pela indústria, resulta em produtos com duração propositadamente reduzida, forçando o consumidor a reposições regulares. Na contramão dessa linha de raciocínio, todavia, o empresário espanhol Benito Muros criou a BELENUS, que trabalha próxima aos100ºC e cuja fonte previne variações repentinas de tensão, com durabilidade ilimitada (pelo menos segundo o fabricante, que pretende seguir adiante aumentando a vida útil de eletrodomésticos como refrigeradores e lavadoras). Para mais informações, assista ao vídeo abaixo:



Já outra invenção digna do velho Professor Pardal dos quadrinhos Disney é a modificação genética que leva a planta Arabdopsis a emitir luz.
Por enquanto, a capacidade de iluminação é pequena – mas ela daria uma bela Árvore de Natal, dispensando as indefectíveis lampadazinhas, fios e outros que tais –, mas o projeto é ambicioso. Antony Evans, coordenador da equipe, tenciona utilizar essas plantas para substituir as lâmpadas que iluminam as vias públicas (para mais detalhes, clique aqui). 
Mas quem quer saber disso a poucos dias do Réveillon, não é mesmo?  
Um ótimo dia a todos e até amanhã.
Postar um comentário