terça-feira, 20 de maio de 2014

URNA ELETRÔNICA - VOCÊ CONFIA NESSA "EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA"?

QUEM VOTA E COMO VOTA NÃO CONTA NADA; QUEM CONTA OS VOTOS É QUE REALMENTE IMPORTA.

Por ser programável de acordo com as necessidades de cada pleito, o software das urnas eleitorais utilizadas no Brasil permite adulterar os resultados facilmente – bastando, por exemplo, introduzir um comando que, a cada cinco votos, desvie um para determinado candidato, mesmo que o eleitor tenha teclado o número de outro.
Eu, particularmente, sempre tive minhas dúvidas quanto à insegurança desse tipo de escrutínio, cuja grande (e talvez única) vantagem é agilizar a apuração e apresentar em questão de horas o resultado que, na contagem manual de cédulas impressas, levaria dias ou até semanas para ser conhecido.
Se você tem interesse nesse assunto, não deixe de ler o livro FRAUDES E DEFESAS NO VOTO ELETRÔNICO, publicado pelo especialista em segurança de dados de computador Amílcar Brunazo Filho em co-autoria com a advogada e procuradora de partidos políticos Maria Aparecida Cortiz. Note que o lançamento da obra se deu em 2006 e a edição impressa está esgotada, mas você pode fazer a leitura online ou baixar o texto completo (em PDF). Nele você terá informações detalhadas sobre o voto de cabresto, a compra de votos, a clonagem e adulteração de programas, o engravidamento de urnas e muito mais.
Não deixe de visitar o site do Brunazo e de assistir aos vídeos 

Mais uma vez, que Deus nos ajude a todos.
Postar um comentário