segunda-feira, 13 de abril de 2015

E-READER KOBO ─ AGORA COM VERSÃO À PROVA D’ÁGUA E POEIRA



MATE UM HOMEM E SERÁS UM ASSASSINO;  MATE MILHARES E SERÁS UM CONQUISTADOR.

Lembro-me de haver comentado aqui no Blog que a leitura de livros digitais não era a minha praia, mas isso foi antes de ganhar um KOBO. A princípio, achei que não me acostumaria com a telinha de 6 polegadas, a julgar pela dificuldade que tenho em ler o que quer que seja no smartphone (sem mencionar que os E-BOOKS armazenados no meu note mal foram folheados). Mas logo vi que estava enganado.

Com 11,4 x 15,7 x 1 e 164 gramas, o gadget é fácil de transportar. Com ele, você não precisa mais ler revistas velhas enquanto espera a vez no barbeiro ou no dentista, por exemplo, ou cochilar durante viagens de ônibus ou de metrô. E a leitura dificilmente será maçante, já que o brinquedinho é capaz de armazenar mais de 1.000 títulos em sua memória interna de 2 GB (1 GB reservado para armazenamento), podendo chegar a 30.000 com o auxílio de um Micro SD de 32 GB.

O KOBO foi lançado para concorrer com o KINDLE, e está disponível em diversas versões e opções de cor. Todas oferecem tela e-ink touch screen de alta resolução e baixo reflexo, que não cansa a vista, mesmo após horas e horas de uso, e um sistema de iluminação ajustável que garante conforto durante a leitura, mesmo em locais com luminosidade baixa ou inexistente ideal para ler na cama sem incomodar o(a) parceiro(a), por exemplo). 

Dentre outros acessórios, há capinhas de proteção com alça (a partir de R$ 54), que facilitam o transporte e protegem o aparelho contra riscos e pequenos impactos, além de carregadores com conectores para tomadas de parede ou veicular (em torno de R$ 50 cada um), pois o modelo que acompanha o dispositivo transfere energia a partir de uma porta USB do computador.

Para se ambientar com o novo brinquedinho, consulte a ajuda ou visite o site https://ptbr.kobo.com/help. Talvez você descubra como virar as páginas e acessar recursos intuitivos pelo método da tentativa e erro, mas o mesmo não se aplica a ajustar o tipo e o tamanho da fonte e a justificação e o espaçamento entre as linhas, criar favoritos, aplicar zoom, grifar e separar trechos do texto, pesquisar termos no dicionário (em várias línguas), fazer buscas e anotações através de um teclado virtual e organizar seus livros por autor, título ou alfabeticamente, como numa biblioteca tradicional. 

Observação: KOBO conta ainda com a ferramenta Reading Life, que exibe o número de horas de leitura, a quantidade de páginas viradas e a porcentagem da biblioteca consumida, além de diversas outras estatísticas.

Segundo o fabricante, a autonomia da bateria é de um mês (com o Wi-Fi desligado) ou cerca de 70 horas de uso contínuo (com a iluminação da tela desligada), e o acervo de mais de 4 milhões de livros, revistas em quadrinhos e obras infantis inclui uma vasta gama de títulos em português , muitos dos quais são gratuitos ou custam apenas uns poucos reais no site da Livraria Cultura ou na loja da KOBO.

Como não há suporte ao 3G/4G, é preciso usar o Wi-Fi nativo ou recorrer ao computador para transferir conteúdo. Aliás, mediante a instalação de um aplicativo gratuito, você pode ler seus e-books no KOBO, no PC, no smartphone ou no tablet (marcadores perfeitamente sincronizados permitem que você retome a leitura de onde parou, no dispositivo que escolher). Os formatos suportados são ePUB, PDF, MOBI, JPEG, GIF, PNG, BMP, TIFF, TXT, HTML, RTF, CBZ e CBR, embora o PDF não seja recomendado devido ao tamanho da tela.


O KOBO não é barato, nem mesmo nas versões mais em conta, que custam tanto quanto um tablet de entrada de linha. No entanto, ele é mais indicado para quem quer especificamente um leitor de e-books, devido à tecnologia da tela, que proporciona mais conforto, ao peso e tamanho que equivale ao de um “pocket book” (livro de bolso) , além do fato de não aquecer e de oferecer uma invejável autonomia de bateria, da qual nenhum smartphone ou tablet chega perto. E se você gosta de ler na praia ou na beira da piscina, a recém-lançada versão AURA H2O, impermeável a poeira e umidade, é a melhor escolha.

Abraços a todos e até amanhã, quando retomaremos o assunto que começamos a discutir na última sexta-feira. 
Postar um comentário