segunda-feira, 25 de maio de 2015

REDES SOCIAIS - COMO EXCLUIR SUA CONTA E PROTEGER SUA PRIVACIDADE

OS GRANDES HOMENS PARECEM MAIORES DE LONGE DO QUE DE PERTO.
Não faz muito tempo, as pessoas se comunicavam basicamente via tête-à-tête, telefone e serviço postal, mas a popularização da Internet trouxe o email, as salas de bate papo e os programas mensageiros (ainda me lembro com saudades do ICQ e do MSN). Mais adiante, com smartphones e redes de telefonia móvel celular, ficou ainda mais fácil acessar as sociais, daí o sucesso retumbante que esse tipo de mídia faz entre os internautas em geral e os mais jovens em especial. No entanto, por maravilhosas que pareçam a princípio, as redes sociais representam séria ameaça à privacidade dos usuários ─ e, para piorar, nem sempre facilitam o trabalho de quem deseja abandoná-las.

Se você já se viu em palpos de aranha quando quis cancelar sua inscrição em alguma dessas redes, seja bem-vindo ao clube. Afinal, a missão é quase impossível quando não se conhece o caminho das pedras. No Facebook, por exemplo – que atualmente é campeão em número de usuários, seguido (de longe) pelo Linkedin e pelo Twitter ─, não falta quem simplesmente “suspende” a conta, não porque pretende reabilitá-la mais adiante, mas porque não consegue excluí-la de uma vez por todas (para saber como proceder a propósito, reveja esta postagem).

Como nem só de Facebook vivem os usuários de redes sociais, é bom saber que diversos webservices se propõem a ajudar nesse frequentemente ingrato mister, dentre os quais eu cito o JUSTDELETE.ME, que é gratuito, dispensa cadastro e é fácil de usar. Basta fazer a pesquisa a partir do nome da rede social para conhecer o grau de dificuldade do procedimento (verde/fácil, amarelo/médio, vermelho/difícil e preto/impossível, de acordo com o número de etapas a cumprir), obter informações adicionais e um link que leva ao respectivo tutorial (vide figura à direita).

Outro serviço bacana é o ACCOUNTKILLER, que funciona basicamente da mesma maneira (figura à esquerda). Em ambos os casos, quem não tem alguma desenvoltura com o idioma do Tio Sam pode recorrer  tradutor online.

Abraços a todos e até mais ler.       
Postar um comentário