segunda-feira, 27 de julho de 2015

NOVOS PCs COM WINDOWS 10

APRENDA A DAR SUA AUSÊNCIA PARA QUEM NÃO VALORIZA SUA PRESENÇA.

A chegada do Windows 10, prevista para depois de amanhã, não deve aquecer a demanda por novos computadores – que, aliás, registrou nova queda (de mais 10%) nos primeiros meses de 2015. Na avaliação do IDC e do Gartner Group, a reversão desse quadro só deve ocorrer no próximo ano, mas como previsões dessa natureza não passam de exercícios de futurologia, aos consumidores resta esperar para ver, e aos fabricantes e revendedores, torcer para que essa luz no fim do túnel não seja o farol do trem.

Observação: O Windows 8 jamais conseguiu ameaçar a supremacia do seu predecessor, que continua sendo o SO para PCs preferido por quase 58% dos usuários do mundo inteiro. É certo que, depois de ter sido reformulado e rebatizado como “8.1”, sua participação no mercado melhorou: nos últimos doze meses, ele cresceu de 6,7% para 16,4%, enquanto o XP caiu de 16,3% para 10,2%, estando agora no mesmo patamar do OS X. Já o malsinado Windows Vista, que jamais decolou, caiu de 3,4% para 2,1% nesse mesmo período, superando apenas as distribuições Linux, que cresceram de 1,37% para 1,77% (os dados são do StatCounter GlobalStats).

A despeito do furor que o Windows 10 vem causando entre os usuários de PCs, a evolução gratuita oferecida pela Microsoft desestimula a (recomendável) “evolução casada” de software e hardware e neutraliza o impacto do lançamento nas vendas de desktops e notebooks. Sem mencionar que, pelo menos num primeiro momento, não basta ir a uma loja de informática ou a um grande magazine para adquirir um aparelho com o novo Windows pré-instalado – isso só deverá ser possível a partir de outubro, embora alguns fabricantes estejam aceitando pedidos e prometendo entrega imediata para quem efetuar o pagamento até o próximo dia 29.

Por oportuno, volto a lembrar que maioria dos computadores eleitos pela Microsoft para a atualização não deverá ter problemas para rodar o novo sistema. Se você está na fila e receia possíveis incompatibilidades (tais como limitações de drivers ou de firmware, por exemplo), clique no ícone do GW10, na área de notificação do seu sistema, em seguida no botão com três linhas horizontais, no canto superior esquerdo da janelinha que se abrir, e então selecione em seguida a opção Verifique seu computador, no campo Acesso à atualização. Note ainda que o upgrade será liberado “em ondas” – como a gente discutiu nesta postagem, até para não congestionar (demais) os servidores da empresa de Redmond. Afinal, há cerca de UM BILHÃO de aparelhos inscritos, e cada qual deverá baixar 3GB de dados em arquivos de instalação.

Abraços a todos e até mais ler.
Postar um comentário