terça-feira, 6 de setembro de 2016

VOCÊ SABE QUAL É O MELHOR SISTEMA DE ARQUIVOS PARA FORMATAR PENDRIVES?

SE TODOS CONHECESSEM A INTIMIDADE SEXUAL UNS DOS OUTROS, NINGUÉM CUMPRIMENTARIA NINGUÉM.

No finalzinho da postagem anterior, eu adiantei que o Windows oferece três opções de sistema de arquivos para a formatação de dispositivos de memória, e que cada qual apresenta vantagens e desvantagens, conforme o uso que ser fará do componente e o tipo de aparelho no qual ele será conectado. Agora, veremos qual a melhor opção para você formatar seus dispositivos de memória. Acompanhe:

Observação: Por sistema de arquivos, entenda-se o conjunto de estruturas lógicas que permite ao sistema operacional acessar e gerenciar dispositivos de memória (como HDs, SSDs e chips de memória flash presentes em pendrives e SD Cards). Cada sistema de arquivos possui suas peculiaridades ― como limitações, qualidade, velocidade, gerenciamento de espaço, entre outras características ―, que definem como os dados que formam os arquivos serão armazenados e de que forma o sistema operacional terá acesso a eles.

O crescimento progressivo da capacidade de armazenamento dos drives (hoje em dia, é comum os PCs domésticos disporem de HDs com 1 TB ou mais de espaço) contribuiu para o surgimento de novos sistemas de arquivos. Até o Win95, o sistema usado era o limitado FAT16 (de File Allocation Table), que foi substituído pelo FAT32 e, mais recentemente, pelo NTFS (sigla de New Technology File System), que oferece suporte a criptografia e recursos de recuperação de erros.

O FAT16 não era capaz de gerenciar drives com mais de 2 GB, sem mencionar que o tamanho avantajado de seus clusters (setores de alocação) davam margem a um grande desperdício de espaço. O FAT32, que foi usado até a edição ME do Windows, trabalhava com clusters menores, mas era até 6% mais lento que o FAT16, não gerenciava partições maiores que 32 GB, não reconhecia arquivos com mais de 4 GB e, para completar, era considerado inseguro, daí o Windows XP e seus sucessores terem adotado o NTFS, que não utiliza clusters (e, portanto, não propicia desperdício de espaço) e permite configurar permissões para cada tipo de arquivo, de modo a impedir que usuários não autorizados acessem determinados arquivos do sistema operacional.

A maioria dos pendrives é formatada em FAT32, para garantir a leitura e gravação de arquivos em computadores com Windows, Mac OS e Linux, além de videogames e aparelhos que possuem interfaces USB. Mas formatar um SD Card em FAT32 ― no qual, como dito, o tamanho dos arquivos é limitado a 4 GB pode resultar numa indesejável divisão dos arquivos quando o usuário grava um clipe de vídeo, por exemplo, de modo que você deve optar por esse sistema somente em pendrives em dispositivos de armazenamento externo mais antigos e de baixa capacidade de armazenamento (menos de 4 GB) ou que não suportem outras opções de formatação.
O NTFS, criado em 1993 e utilizado inicialmente no Windows NT, foi adotado também nas versões domésticas do sistema a partir do XP e continua sendo utilizado até hoje, inclusive no Windows 10

Para pendrives e unidades de armazenamento externo, todavia, os especialistas não recomendam sua adoção, já que eles realizam atividades de leitura e gravação maiores do que os sistemas FAT32 e exFAT ― o que diminui a vida útil dos dispositivos ― e não são compatíveis com consoles Playstation, por exemplo.
O exFAT surgiu em 2006 e foi adicionado às edições XP e Vista do Windows mediante atualizações. Trata-se de um sistema de arquivos otimizado para pen drives ― até porque é eficiente como o FAT32 e, como o NTFS, não apresenta limitações de tamanho dos arquivos ―, sendo a opção mais acertada para formatação de dispositivos de armazenamento externo com capacidade superior a 4 GB.

Resumo da ópera: Prefira o NTFS para formatar HDs internos operados pelo Windows, use o exFAT em pendrives e HDs externos (USB) e opte pelo FAT32 somente no caso de o dispositivo que você for formatar não suportar outros sistemas de arquivos.

Era isso, pessoal. Bom dia a todos, bom feriado e até a próxima.

2 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
Excelente post!!!!
Muito bem explicado!!!
Vou anotar na minha agenda que uso só para isso.
Bjs e obrigada sempre!!! Um feriado de paz!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
Obrigado, doutora. Aliás, fico feliz em saber que você mantém uma agenda para guardar minhas desvaliosas dicas (rsrsrs).
Beijos e até amanhã, dia da Pátria, quando uma postagem sobre política substituirá a de informática, que eu não ia mesmo publicar aqui no Blog, devido ao feriado.
Beijos e até mais ler.