domingo, 12 de novembro de 2006

Teclas Scroll Lock, Pause Break e Print Screen

Aproveitando a pergunta da Karina e considerando que poucos usuários domésticos conhecem a serventia das teclas Scroll Lock, Pause Break e Print Screen (legados do tempo do DOS, quando então tinham aplicações mais expressivas), vou dedicar a postagem de hoje para detalhar melhor esse assunto.
Nos primórdios da informática, o teclado era apenas uma herança advinda das tradicionais máquinas de escrever, mas hoje ele vai muito além disso. Modelos mais recentes são capazes de abrir o navegador, desligar o computador e até acionar a calculadora do Windows, dentre outras funções avançadas. Os teclados mais utilizados aqui pelas nossas bandas seguem as normas ABNT ou ABNT2 (padrão QWERTY com tecla "ç"). O ABNT2 inclui ainda o Alt Gr (à direita da barra de espaço), que permite inserir no texto os símbolos adicionais que aparecem no canto inferior direito de algumas teclas: para isso, basta pressionar a tecla Atl Gr juntamente com a tecla que contém o símbolo desejado.
A tecla Scroll Lock não possui qualquer utilidade relevante, ainda que sirva para desabilitar determinadas funções em alguns programas (no Excel, por exemplo, você pode se valer dela para rolar uma planilha para baixo, mantendo o cursor numa célula selecionada). Já a tecla Pause Break era utilizada no DOS para pausar o processamento de dados e congelar a tela. No Windows, ela não tem grande utilidade, mas você pode usá-la para travar a tela (e navegar pelo texto usando as setas direcionais) se quiser ler as informações que aparecem rapidamente no monitor do seu PC, durante o boot.
A tecla Print Screen, por sua vez, captura um "instantâneo" do conteúdo exibido no monitor e o remete para a área de transferência do Windows (área de memória onde ficam gravados temporariamente textos e figuras, quando você utiliza os recursos Copiar ou Recortar). Isso pode ser útil quando você precisa submeter a algum amigo mais experiente uma mensagem de erro que surge na sua tela, por exemplo.

Para comprovar essa funcionalidade, experimente pressionar Print Screen, abrir um documento do Word, dar um clique direito numa área vazia e, no menu suspenso, clicar na opção Colar.
Você pode manipular as imagens obtidas via Print Screen com um editor de imagens (como o Paint, por exemplo: clique em Iniciar, Todos os programas > Acessórios > Paint e, na tela inicial do programa, clique no Menu Editar e escolha a opção Colar). Feito isso, salve o arquivo como JPEG na sua área de trabalho, clique sobre ele com o botão direito, escolha a opção Enviar para, clique em Destinatário de correio e despache o arquivo para o seu amigo. Note ainda que, pressionando simultaneamente as teclas <Alt + PrtScn>, apenas a janela que estiver em primeiro plano (ativa) será capturada; seu papel de parede, as demais janelas, ícones e outros elementos da área de trabalho não serão incluídos na cópia.
Bom domingo a todos.
Postar um comentário