quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Vídeos no YouTube

O YouTube (comprado pelo Google por 1,6 milhões de dólares) foi eleito pela revista Time como a invenção do ano de 2006.
O serviço oferece uma profusão de vídeos curiosos e interessantes (para quem gosta, é um prato cheio), muitos dos quais você pode querer salvar para tornar a visualizar a qualquer tempo sem precisar acessar novamente o link. Mas nem todo mundo sabe como fazer isso.
Há diversas maneiras de salvar esses filminhos e visualizá-los no seu computador. Uma delas consiste em acessar o vídeo em questão e copiar sua URL (o endereço que aparece ao lado do vídeo e começa com http://...), acessar o site http://keepvid.com/, colar o endereço desejado no campo respectivo (Download from YouTube) e clicar no botão Download.
Feito isso, um novo endereço irá surgir na parte inferior da tela. Clique então em Download Link e escolha um local de fácil acesso para armazenar o arquivo (pode ser na sua pasta Meus Documentos ou na própria área de trabalho, a seu critério).
Observação: Os vídeos do YouTube rodam no formato Flash Vídeo (FLV), de modo que possam ser executados diretamente no navegador (já que o plug-in do Flash é padrão na maioria dos browsers). Por isso, você deverá renomear o arquivo descarregado no seu computador com o nome que desejar, mas tomando o cuidado de fazer com que ele contenha a extensão .flv. Note que esse formato consegue reduzir sobremaneira o tamanho de arquivos de vídeo (algo em torno de de 1.2MB por minuto de filme, o que corresponde a apenas 10% de uma arquivo com a compressão compatível com VCDs).
Baixe o arquivo http://rainscape.org.uk/flvconvert.zip, descompacte e copie-o em qualquer pasta (dentro da pasta Arquivos de Programas, por exemplo). Esse arquivo ZIP contém o FLVCONVERTER.EXE, que é o executável responsável por fazer as conversões. Rode esse executável, adicione o nome do arquivo FLV e deixe as opções 600 k, MPEG1.
Quando você clicar em PROCESS, o FLVCONVERTER irá gerar um arquivo CONVERT.BAT para conversão em modo batch. Clique então no botão Yep, convert those FLVs! e veja que aparecera uma tela preta e branca (é o batch rodando em modo de emulação).
Pronto, o resultado será um arquivo .MPG que poderá guardar e ver à vontade, sempre que quiser.
O formato MPEG é suportado por todos os players de vídeo e pela maioria dos aparelhos de DVD domésticos. Assim, além de visualizar os filmes com seu tocador de mídia preferido, você poderá até gravar um DVD e assistir aos filmes confortavelmente aboletado no sofá da sala de casa.
Abraços a todos e até a próxima.
Postar um comentário