quinta-feira, 22 de março de 2007

INsegurança Virtual

Por ser o navegador mais utilizado, o Internet Explorer é também o mais visado por crackers e outros malfeitores virtuais (você poderá notar facilmente essa relação de causa e efeito se estiver acompanhando o número crescente de brechas de segurança que vem sendo descobertas - e exploradas - nos programas concorrentes, especialmente no festejado Firefox, que, algum tempo atrás, representava uma alternativa "segura" ao browser da Microsoft).
Segundo os especialistas, seu maior problema está na dependência dos controles ActiveX, que permitem ao internauta rodar executáveis diretamente dos sites através do navegador. É bem verdade que o Service Pack 2 do XP e o posterior lançamento da versão 7 do IE tornaram essa tecnologia mais segura, mas ainda existem riscos que demandam preocupação (pelo menos por parte dos usuários mais conscientes).
Em vista disso, uma boa notícia é que você pode navegar tranquilamente sem o ActiveX (embora ele seja indispensável em certas situações, como quando você atualiza seu sistema via Windows Update ou faz varreduras com antivírus online como o HouseCall, da TrendMicro, apenas para citar alguns exemplos).
Para desabilitá-lo, abra o Internet Explorer, clique em Ferramentas, Opções da Internet, Segurança, Nível Personalizado e, em Executar controles ActiveX e Plug-ins, selecione a opção Desativar. Clique em OK, Sim e OK para fechar a caixa de diálogo.
Para permitir a execução de controles ActiveX em sites confiáveis, refaça os passos anteriores e clique em Sites Confiáveis, Sites, digite o URL do site desejado na caixa de diálogo respectiva e clique em Adicionar. Remova a seleção Exigir verificação do servidor (https) para todos os sites desta zona, clique em Fechar e dê OK.
Um bom dia a todos e até a próxima.
Postar um comentário