segunda-feira, 25 de junho de 2007

Memjet - Grave esse nome...

...ou imprima, melhor dizendo.
Quando elaborei a postagem sobre impressoras (publicada no começo deste mês), ainda não tinha ouvido falar dessa nova tecnologia, que vem sendo desenvolvida há cerca de dez anos e promete revolucionar em breve o mercado de impressão. O "pai da criança" (ou mãe) é uma empresa australiana pouco conhecida, chamada Silverbrook Research, que até alguns meses atrás nem mesmo tinha um site na Web.
Segundo previsões da empresa, a tecnologia Memjet deverá estar "comercial" já no ano que vem, e permitirá que impressoras populares (com preços entre 200 e 300 dólares) imprimam em tamanho A4/Carta a 60 ppm (páginas por minuto) - ou seja, uma página por segundo! - com resolução de 1.600 x 1.600 dpi e custo estimado de 2 centavos de dólar por página (em preto e branco; a página colorida deverá custar o triplo desse valor).
Embora essa espantosa velocidade não seja algo inusitado, os custos são assustadoramente baixos: a multifuncional HP CM8060 - lançada no mês passado -, que alega ter velocidade de pico de 70 páginas por minuto, custa (lá fora) a "bagatela" de US$ 23.530!
Vale dizer ainda que a Silverbrook não pretende fabricar impressoras, mas sim licenciar sua tecnologia para os fabricantes tradicionais, como a Canon, a Epson, a HP e a Lexmark.
Mesmo assim, talvez ainda não seja o caso de você retardar por mais alguns meses a substituição de uma máquina obsoleta, até porque muita água deve rolar até que as novas impressoras cheguem ao mercado (não seria a primeira vez que uma tecnologia potencialmente revolucionária falhasse na transição para um produto real). É esperar para ver.
Boa semana a todos.
Postar um comentário