terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Downgrade

No âmbito da informática, "upgrade" quer dizer promoção, evolução (de hardware ou de software), ao passo que "downgrade" - termo menos conhecido dos usuários de computador - significa retroceder (para uma posição inferior).
Essa introdução se justifica por conta de uma situação curiosa envolvendo o Windows Vista - que corrobora, aliás, nossas recomendações no sentido de ser mais interessante aguardar até o "novo" sistema amadurecer, para só então pensar seriamente na migração.
Lançado há cerca de um ano com estrondoso aparato publicitário, o Vista ainda não alcançou o sucesso comercial que seus desenvolvedores esperavam; antes pelo contrário: embora já tenha vendido quase 90 milhões de cópias desse sistema, a Mircosoft parece não ter muito que comemorar: um estudo da Forrester Research dá conta de que 84% das empresas pesquisadas têm o XP como plataforma padrão em seus PCs, e o mais surpreendetente é que esse percentual cresceu em relação a 2006, quando era de "apenas" 67%.
Enfim, não pretendo revisitar aspectos que já foram amplamente discutidos em outras oportunidades; para efeito desta postagem, basta dizer que, em termos de Windows, o XP continua sendo a opção mais indicada para quem não quer dor de cabeça.
Mesmo um PC ou notebook novinho em folha com o Vista pré-instalado pelo fabricante não garante ausência de problemas de lentidão, baixo desempenho e incompatibilidades com aplicativos e equipamentos mais antigos. Nesse caso, há três soluções possíveis:
A primeira é desativar alguns recursos e aprimoramentos embutidos no Vista, visando melhorar a performance do computador (para mim, isso seria como comprar uma Van e não poder levar mais do que dois passageiros). A segunda remete a um upgrade de hardware (notadamente de memória e placa de vídeo), mas adotá-la numa máquina nova pode tornar o molho mais caro que o peixe ou, no mínimo, inviabilizar a garantia. Já a terceira é "chutar o pau da barraca" - ou seja, voltar a usar o bom e velho XP.
Note que não é aconselhavel reinstalar o XP "por cima" do Vista; se for o caso, faça backup dos seus arquivos, formate a unidade de sistema e instale o XP a partir do zero. Vale lembrar também que, dependendo da política do fabricante do computador, o downgrade pode ser feito pelo suporte técnico ou solicitado à Microsoft (sem custo adicional apenas para as edições Business ou Ultimate do Vista).
Boa sorte, e até a vista.
Postar um comentário