sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Carnaval

Parece que 2008 começou ontem, mas já estamos às vésperas do Carnaval - festa pagã regida pelo ano lunar e resgatada pelo Crisitanismo, que começava originalmente no dia de Reis e acabava na quarta-feira de cinzas, às vésperas da Quaresma.
A propósito, muita gente estranha o fato de o Carnaval não ter data fixa no calendário, ou seja, ele tanto pode "cair" no começo ou em meados de Fevereiro quanto no mês de Março. Isso acontece porque os feriados católicos têm por base a Páscoa - que ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia posterior ao dia 21 de Março. Assim, a sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa e o feriado de "Corpus Christi", 60 dias após a Páscoa.
Deixando de lado essa "cultura inútil", passemos às nossas tradicionais piadinhas de sexta-feira:

Dois amigos se encontram:
- Você sabia que o Arnaldo está hospitalizado? - comenta um deles. - O cara tá mal, parece que nem dá pra reconhecer direito...
- Não pode ser! - estranha o outro. - Ainda ontem eu vi o Arnaldo num baile de carnaval, dançando com uma loira deliciosa!
- Pois é - diz o primeiro -, a mulher dele também viu!

No Rio de Janeiro, marginais invadem um baile de Carnaval onde estão muitas personalidades, e achando que podem arrecadar mais fazendo alguns reféns, agarram o Lula, o Latino e o Ronaldinho e pedem um milhão como resgate. As negociações não levam a nada e eles resolvem matar os reféns, mas prometem conceder a cada um deles um último desejo.

Lula diz que tinha preparado um discurso de três horas para ler na festa, e que não gostaria de morrer sem antes declamar sua obra-prima. Os assaltantes prometem atender o pedido e perguntam ao Latino qual será o dele.
- Eu estava para apresentar meu CD inédito na festa e iria cantar as 14 músicas. Não gostaria de morrer sem cantá-las uma única vez!
Os assaltantes concordam também com essa exigência e indagam ao Ronaldinho qual seria sua última vontade. O dentuço responde:
- Olha, se vocês não se importam, eu gostaria de ser o primeiro a ser executado!

Bom Carnaval a todos. Brinquem, descansem, divirtam-se, enfim... mas não exagerem.
Até a próxima.
Postar um comentário