quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Correio Eletrônico (conclusão)

Já dissemos que todo internauta precavido deve ter dois ou mais endereços de e-mail "alternativos" para se cadastrar em websites, fóruns de discussão e outros que tais, visto que informar o e-mail "oficial", nessas circunstâncias, é o mesmo que oferecê-lo de bandeja aos spammers. Mas o site http://www.10minutemail.com/ permite substituir esse procedimento com vantagens, na medida em que cria um e-mail válido por 10 minutos (prorrogáveis por mais dez), a partir do qual você tanto pode enviar mensagens "anônimas" quanto fazer cadastros - e aguardar as respostas para validação - sem correr o risco de ser aborrecido por uma enxurrada de mensagens indesejáveis (mais informações em http://www.10minutemail.com/10MinuteMail/index.html).
Outra opção interessante é o Mailinator. Nesse caso, nem é preciso ir ao site para configurá-lo; basta usar mailto:%22o-que-quiser%22@mailinator.com na hora de fazer o registro, e depois visitar http://www.mailinator.com/ para consultar a mensagem de validação a partir do endereço escolhido. Note, porém, que essa caixa de entrada não será "exclusiva", pois qualquer pessoa que tenha usado o mesmo endereço que você escolheu poderá acessá-la; se essa perspectiva o incomoda, é melhor criar um endereço rebuscado, reduzindo assim as chances de ele ser utilizado também por outros internautas.

Quando abrimos uma conta no GMail, na verdade recebemos mais do que um endereço, pois o serviço ignora pontos (.) antes do símbolo de arrôba (@), tornando possível separar contatos e filtrar mensagens a partir de endereços "diferentes" (por exemplo, se o seu e-mail é joaodasilva@gmail.com, você pode informá-lo apenas a seu contatos preferenciais e dizer aos chatos que o endereço é joão.dasilva@gmail.com - repare no ponto). Isso porque o GMail permite definir regras (filtros) e tratar mensagens de maneira diferenciada. Você pode, por exemplo, eliminar automaticamente e-mails provenientes de fontes específicas, ou etiquetar mensagens que apresentem determinadas linhas no campo do assunto.
Para criar um filtro, acesse sua conta, clique na opção Criar um filtro e especifique os critérios desejados (para atuar sobre as mensagens enviadas por um determinado remetente, por exemplo, insira o respectivo endereço no campo De; para inserir mais do que um endereço, separe-os por OR; para separar mensagens dos chatos a quem você forneceu seu e-mail com o ponto, introduza esse endereço no campo Para). Feito isso, clique em Passo seguinte para especificar a ação que o serviço deverá adotar.

E já que a gente começou este assunto dizendo que uma das maiores vantagens do e-mail sobre o serviço postal convencional consiste na imediatidade, vamos encerrá-lo salientando outra importante vantagem, que consiste na possibilidade de enviar arquivos (anexos) junto com as mensagens. Mas a adoção indiscriminada desse procedimento, combinada com a popularização crescente dos arquivos multimídia, leva alguns internautas insensíveis a entupir as caixas postais de seus contatos com e-mails pesados, quando então suas progenitoras são lembradas e cantadas em prosa e verso.
Para evitar esse constrangimento, uma boa idéia é utilizar um serviço como o oferecido em http://www.transferbigfiles.com/. O arquivo (cujo tamanho limite é de 1 GB) permanece armazenado no servidor durante cinco dias, e o destinatário recebe uma mensagem contendo o link para download.

Bom dia a todos.
Postar um comentário