quarta-feira, 9 de maio de 2012

AINDA “O MELHOR” PC

Mesmo que ainda não possam ser considerados “baratos”, especialmente num país como o nosso, onde a carga tributária castiga barbaramente os consumidores, foi-se o tempo em que um notebook de topo de linha custava “os olhos da cara”. Hoje em dia, com menos de R$2000 você compra um portátil mais do que adequado para uso doméstico – o que era impensável até poucos anos atrás.

Observação: Fiel ao espírito independente que sempre norteou meus trabalhos na mídia impressa, este Blog não recebe patrocínio de quem quer que seja; quando eu sugiro algum programa, serviço ou produto, não espero qualquer contrapartida do desenvolvedor, prestador ou fabricante.

Passando ao que interessa, quem precisa de um portátil leve, de pequenas dimensões e que privilegie a autonomia da bateria deve conhecer o Samsung NC215-AD1BR, que custa pouco mais de R$1000 (confira a oferta do Walmart), integra tela de 10, Intel Atom N455 1.66 GHz, 2GB de RAM, HD de 500GB e vem com o Windows7 SE pré-instalado. De quebra, ele traz um painel solar fotovoltaico acoplado à tampa, que, segundo o fabricante, serve para ampliar a respeitável autonomia da bateria (mais de 4 horas com Wi-Fi ligado, tela com brilho máximo, perfil de alto desempenho selecionado no Windows e desligamento automático de componentes desativado).

Já quem quer um note de preço palatável (menos de R$2000) e configuração acima da média deve conhecer a linha MASTER, da Positivo. O modelo n170i, por exemplo, integra chip Intel Core i7 da família SandyBridge (um dos mais rápidos do mercado), tela de 14 polegadas, leitor biométrico de impressões digitais, conexões VGA e HDMI, portas USB (inclusive do novíssimo padrão 3.0) e oferecer suporte a Bluetooth 3.0 e redes Wi-Fi N. No entanto, por ser voltada precipuamente ao uso profissional (mercado corporativo), a falta de uma aceleradora gráfica dedicada, o subsistema de áudio limitado e os “míseros” 4GB de RAM (poderiam ser pelo menos 6GB, já que o Seven Professional 64-bits vem “incluído no pacote”) torna seu uso desaconselhável para quem prioriza vídeos em alta definição e games radicais.

Observação: Telas entre 10” e 13” facilitam o transporte do aparelho, mas são as de 14” que oferecem a melhor relação custo x benefício. Já modelos entre 15,6” e17” são mais indicados para substituir o PC de mesa,  jogar games e assistir a vídeos em Blu-ray.

Abraços e até mais ler.
Postar um comentário