quinta-feira, 17 de setembro de 2015

COMO BLOQUEAR SEU ID NO CELULAR (NÚMERO PRIVADO OU NÃO IDENTIFICADO)

A PRUDÊNCIA É A FILHA MAIS VELHA DA SABEDORIA.

Dentre outros “benefícios”, a telefonia móvel celular popularizou o BINA (sigla de “B Identifica o Número de A”), que até alguns anos atrás não era oferecido pelas operadoras de telefonia fixa. Mais adiante, elas passaram a oferecê-lo, mas mediante pagamento segundo o site da VIVO (nome que a TELEFONICA adotou em abril de 2012), o identificador de chamadas custa R$14,61 mensais. O lado bom da história é que, atualmente, 9 de cada 10 modelos de aparelho telefônico disponível no mercado integram displays, desobrigando os interessados de adquirir separadamente o aparelhinho que, uma vez acoplado à linha, permitia que o assinante soubesse quem estava ligando antes de atender a chamada.

Observação: Diferentemente do que muitos imaginam, a VIVO não comprou a TELEFONICA. Na verdade, deu-se o contrário, ou seja, foi a TELEFÔNICA que adquiriu o controle acionário da VIVO. No entanto, como ela tinha um número considerável de assinantes insatisfeitos, seus gestores aproveitaram a “fusão” para trocar o nome da empresa, numa estratégia de marketing que se propunha a melhorar sua imagem aos olhos dos consumidores. Se ela obteve êxito ou não, isso é uma história que fica para outra vez.

Voltando ao que interessa, você certamente já recebeu ligações em que número de quem está chamando não aparece (em vez dele, é exibida uma mensagem de “número restrito” ou “privado”). Aliás, muita gente não atende chamadas não identificadas, achando tratar-se de trote ou coisa pior (segundo uma lenda urbana, essa prática é associada a celulares roubados que vão parar nas mãos de presidiários), mas nem sempre é assim. Eu mesmo e quem sabe algum amigo ou conhecido seu me vali desse expediente durante anos para resguardar minha privacidade.

Observação: Em assim procedendo, o usuário pode ligar para uma empresa sem se preocupar com o fato de seu número ficar registrado no banco de dados e ser repassado para o pessoal do telemarketing, por exemplo, ou falar com pessoas que seu cônjuge não aprovaria (para dizer o mínimo) sem com isso se arriscar a receber ligações inesperadas em momentos impróprios, também por exemplo.

Caso você também tenha interesse em ocultar seu ID, a maneira de configurar seu aparelho depende da marca, do modelo e do sistema operacional que ele utiliza. Nos dumbphones em geral o termo dumbphone (dumb = burro) se contrapõe a smartphone (smart = esperto) e é usado para designar celulares convencionais , localize a opção Configurações no menu principal e, no campo Configurações de chamada, procure por algo como Bloquear ID. Nem todos os celulares dispõem dessa opção, mas se ela existir, basta ativá-la para que seu número deixe de ser exibido quando você fizer ligações.

Se você tem um smartphone com sistema Android, acesse o menu Configurações (ou Ajustar), localize Chamadas (ou Definições de Chamada; o nome pode variar conforme o modelo do aparelho e a versão do sistema) e, em Ajustes adicionais, procure a opção ID do emissor. Se ela estiver ativa, toque nela e marque Ocultar número (ou Bloquear ID, ou coisa que o valha). Já se o seu aparelho for um iPhone, toque em Ajustes, selecione Telefone (ou Phone) > Ligações (ou Chamadas, ou coisa parecida) > Mostrar meu número e no botão que promove a respectiva desativação.

Note que nem todo aparelho permite essa configuração. No meu, por exemplo (LG Optimus F5 P875), o ID do emissor veio desabilitado, e para contornar esse impedimento eu precisaria rootear o telefone, coisa que a prudência recomenda não fazer.

Observação: Não faltam tutoriais na Web – inclusive em vídeo – ensinando a rootear smartphones. O procedimento consiste geralmente em baixar e instalar no PC os drivers do aparelho e o aplicativo que será usado no processo (há miríades de programinhas, tanto pagos quanto gratuitos, mas é importante escolher um que seja indicado para a marca e modelo do seu telefone e respectiva versão do sistema). Ao final, é só conectar o telefoninho ao computador via cabo de dados e seguir as instruções do tutorial.  

Ainda assim, eu costumo ocultar meu ID de maneira seletiva, ou seja, permito ou impeço a exibição de acordo com o número que vou chamar. A maneira como faço isso é simples e dispensa qualquer configuração, independente da marca, modelo, sistema ou mesmo operadora de telefonia móvel, além de valer para todo o Brasil (e também para outros países, embora nem todos, mais isso, agora, não vem ao caso). O truque é simplesmente digitar sustenido (ou jogo da velha, como queira), seguido de 31 e novamente sustenido antes do número desejado.

Por exemplo, para ocultar seu ID ao ligar para 992861739, digite #31#99286-1739. Supondo que esse número seja do litoral paulista e você esteja na capital, adicione o código da operadora de longa distância e o código de área respectivo. Supondo que você use uma linha da Claro e que nosso número hipotético também seja da Claro, teremos #31#04113992861739, onde #31# é o comando que bloqueia a ID, 0 é o indicativo de chamada interurbana, 21 é o código da claro para chamadas de longa distância, 13 é o código de área para Santos, São Vicente, Praia Grande e adjacências, e 992861739 o número que se deseja chamar. Simples assim.

Observação: Experimente usar essa técnica com algum amigo ou familiar, de modo a poder conferir o resultado no ato. Depois, memorize o comando e, se quiser, adicione-o aos números da agenda para os quais você deseja impedir a exibição da sua ID e esqueça as intrincadas (e nem sempre possíveis) configurações que vimos no início desta postagem. Para quem é cliente VIVO, o código de longa distância é 15, o da TIM é 41 e o da OI, 31 (você não é obrigado a fazer essas associações, mas economizará nas suas ligações interurbanas se as fizer).

Em tempo: Para não ter de se preocupar com sua privacidade, existe um método infalível: Faça a chamada de um “orelhão”. Aproveite enquanto eles ainda existem, já que outra consequência da popularização dos celulares é a redução significativa da quantidade de telefones públicos.

Abraços a todos e até a próxima.
Postar um comentário