quarta-feira, 2 de setembro de 2015

REGISTRO DO WINDOWS ─ PARQUE DE DIVERSÕES OU CAIXA DE PANDORA?


DUAS COISAS SÃO INFINITAS: O UNIVERSO E A ESTUPIDEZ HUMANA.

Desde que o mundo é mundo o Windows "esconde" um vasto leque de possibilidades nos meandros do seu Registro. Entretanto, como a edição manual desse importante banco de dados dinâmico (que o sistema consulta a cada inicialização, modifica no decorrer da sessão e salva ao final, com as respectivas alterações) pode facilmente comprometer a estabilidade do computador ─ ou mesmo impedi-lo de reiniciar, em certos casos ─, é enfaticamente recomendável que você não faça qualquer modificação sem antes criar um ponto de restauração e um backup da chave do Registro que será manipulada durante o processo.

Observação: Sempre que trocamos o plano de fundo da Área de Trabalho, modificamos as propriedades da Barra de tarefas ou implementamos qualquer outro ajuste no Windows, estamos editando o Registro, embora de forma indiretas, pois as modificações procedidas através dos menus da interface gráfica ou dos miniaplicativos do Painel de Controle.

Se, para usuários avançados, o Editor do Registro é um parque de diversões, para os menos experientes ele é a versão revista e atualizada da Caixa de Pandora ─ onde, segundo a mitologia grega, Zeus teria trancafiado todos os males do mundo. ─, razão pela qual a Microsoft achou por bem não lhe facultar acesso via Menu Iniciar ou Painel de Controle (para convocar esse editor, deve-se digitar regedit na caixa do Menu Executar e clicar em OK).

Observação: O Menu Executar permite acionar programas, abrir documentos e pastas e acessar websites sem que seja preciso trilhar caminhos muitas vezes tortuosos. Não obstante, no Seven, a Microsoft deixou de incluí-lo no Menu Iniciar – talvez porque a caixa Pesquisar programas e arquivos ofereça praticamente a mesma funcionalidade. Assim, se você acha incômodo convocá-lo através da combinação de teclas Win+R, abra o Painel de Controle, clique em Aparência > Barra de Tarefas e Menu Iniciar > Personalizar o Menu Iniciar, selecione a aba Menu Iniciar, pressione o botão Personalizar, marque a caixa de seleção Comando Executar, dê OK e veja que a entrada em questão foi incluída na coluna direita do Menu Iniciar.

Se você não gosta de "viver perigosamente", saiba que é possível editar o Registro mais facilmente e com maior segurança utilizando as assim chamadas "ferramentas de tweak".  Nos tempos áureos do XP, o Tweak-UI, que integrava os festejados XP Power Toys , era sopa no mel, mas, lamentavelmente, ele não é suportado pelo Seven. Por outro lado, não faltam programinhas de terceiros, inclusive gratuitos, que preenchem satisfatoriamente essa lacuna.

Um bom exemplo é o Tewk-Me (compatível com as versões XP, Vista e 7 do Windows), que disponibiliza várias opções de ajustes divididas em diversas áreas – Windows, Internet Explorer, Windows Media Player, Performance, Segurança, Controle de Contas, Aero e Windows update – e acompanhadas de informações detalhadas sobre as mudanças e seus respectivos efeitos.

Outras opções dignas de nota são o Tweak-7, o TweakNow WinSecret, o TweakNow PowerPack, o Windows 7 Manager, o Glary Utilities e o Quick Config. Escolha a que achar melhor e bom proveito.

Abraços e até mais ler.
Postar um comentário