terça-feira, 24 de maio de 2016

MAIS SOBRE A PRIVACIDADE NO WINDOWS 10

LER MUITO É UM DOS CAMINHOS PARA A ORIGINALIDADE.  UMA PESSOA SERÁ TÃO MAIS ORIGINAL E PECULIAR QUANTO MAIS CONHECER O QUE DISSERAM AS OUTRAS.

Uma novidade que desagradou muitos usuários que migraram do festejado Windows 7 para o malsinado Eight foi a grande quantidade de informações pessoais que essa edição passou a enviar para a Microsoft. Ah, você já usa o Ten e, portanto, acha que não tem com que seu preocupar? Então saiba que no novo sistema esse problema se tornou ainda mais grave. Não vou entrar no mérito das intenções da “mãe da criança” ― pelo menos, não nesta postagem ―, mas apenas lembrar que é possível desabilitar esse monitoramento (ou reduzir expressivamente o nível em que ele acontece).

Enfim, se você não se sente à vontade em escancarar sua privacidade (sem nem mesmo saber ao certo que destino será dado as informações), leia com atenção as informações e dicas a seguir:

― A Microsoft afirma que, para “criar uma experiência online mais personalizada”, alguns dos anúncios que você pode receber em sites e aplicativos da empresa ― inclusive aqueles onde você usa sua conta do Outlook ou Hotmail ― são adaptados às suas atividades, buscas e histórico de navegação, e, por essa razão, rastreia suas pesquisas online ― tanto via navegador quanto através da caixa de pesquisas da barra de tarefas do Windows 10. Se você acha esse procedimento inadequado ou invasivo demais, siga este link e desabilite as opções desejadas (ou indesejadas, melhor dizendo).

― O próximo passo é clicar em Iniciar, selecionar Configurações e, em Privacidade, desativar a opção “Deixar que os aplicativos usem minha ID de anúncio para experiências entre aplicativos”. Aproveite o embalo e examine as demais opções configuráveis; se alguma delas não lhe agradar ― como “Enviar à Microsoft informações sobre como eu escrevo para ajudar a melhorar os recursos de digitação e escrita no futuro” ― mova o botão respectivo de “Ativado” para “Desativado” (note que você pode rever esses ajustes a qualquer tempo, bastando para isso refazer os mesmos passos).

― Ainda segundo a Microsoft, o sistema de buscas BING foi aprimorado no Windows 10 (eu, particularmente, continuo usando o buscador do Google, aí já é uma questão de preferência pessoal, cuja discussão foge aos propósitos desta postagem). O fato é que o BING não só monitora suas buscas, mas também o seu histórico de pesquisas na Web. Para desligar esse acesso e limitar suas pesquisas aos arquivos presentes no seu PC, clique no botão "Pesquisar no Windows", na opção "Configurações", e então mude o switch correspondente à opção "Pesquisar online e incluir resultados da Web" de “Ativado” para “Desativado”.

― A Sincronização de Senhas, implementada no Eight, ficou ainda mais invasiva no Windows 10. Para reconfigurá-la, clique no botão Iniciar, selecione Configurações, clique em Contas, em seguida em Sincronizar Configurações e faça os ajustes desejados (para mais informações, clique em “Como funciona a sincronização”).

― Torne a clicar no botão Iniciar e em Configurações, selecione a opção Rede e Internet e, na aba Wi-Fi, mude para a posição “Desativado” os switches referentes a Conectar a hotspots abertos sugeridos e Conectar a redes compartilhadas por meus contatos. A primeira opção conecta o seu PC a qualquer sinal de internet aberta que ele conseguir captar, e a segunda o conecta a qualquer rede de internet que um de seus contatos tenham acesso, ignorando o fato de você não dispor de uma senha.

― Se você usa o Windows Defender em vez de uma suíte de segurança de varejo e é “paranoico” no que concerne a questões de segurança, clique em Iniciar > Configurações > Atualização e Segurança > Windows Defender e mova para “Desativado” o switch correspondente à opção Envio de exemplo. Se habilitado, esse recurso envia para análise qualquer possível ameaça detectada pelo Defender ― ou seja, o arquivo suspeito é literalmente copiado e enviado para a Microsoft. Até aí, nada de mais, a menos que o item em questão não seja um arquivo malicioso, mas sim algo pessoal, com informações confidenciais que você não deseja compartilhar.

Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas. Abraços e até a próxima.  
Postar um comentário