quarta-feira, 14 de março de 2007

Freewares - Final

Para concluir o "aperitivo" sobre freewares e os procedimentos para a instalação/remoção de softwares, vale dizer ainda que convém instalar um programa por vez e acompanhar atentamente o processo.
No geral, basta ir clicando em Next, mas é bom ler as telinhas que se sucedem durante a instalação; em algumas delas, você pode definir antecipadamente determinadas configurações cuja modificação nem sempre é fácil de implementar depois que a instalação estiver concluída (como a inicialização automática junto com o Windows, por exemplo).
Convém também rodar o novo software, encerrá-lo, utilizar o computador normalmente e tornar a rodar o programa, até ter certeza de não haver incompatibilidades, instabilidades, travamentos e problemas que tais.
Remoções mal sucedidas ou procedidas de maneira inadequada podem comprometer a estabilidade do sistema e/ou a execução de outros aplicativos, devido a arquivos de biblioteca compartilhados (que acabam sendo excluídos indevidamente) ou a atalhos, chaves e entradas inválidas que ficam “perdidas” no Registro do Windows.
Evite remover os aplicativos simplesmente deletando suas pastas – se não existir um atalho para a desinstalação ou uma entrada na lista “Adicionar ou remover programas” do Painel de Controle, procure informações na ajuda do programa ou no website do fabricante.
Para desinstalar um aplicativo, o procedimento indicado é o seguinte:

1.Clique em Iniciar > Todos os programas e localize o software em questão. Bons programas costumam inserir ali uma entrada para a desinstalação (“uninstall” ou coisa parecida); utilize-a, tomando o cuidado de encerrar, antes, todos os demais programas e, depois, de reiniciar o computador (mesmo que essa providência não lhe seja solicitada).

2.Caso não exista um atalho para o desinstalador, abra o Painel de Controle e clique em Adicionar ou remover programas. Localize na lista o aplicativo que você deseja remover, clique em Alterar/remover, siga as instruções na tela e, ao final do processo, reinicie o computador.

3.Verifique se sobrou algum resíduo do programa que você removeu (clique em Iniciar > Pesquisar) e exclua as sobras, tomando o cuidado de mantê-las na lixeira até ter certeza de que elas não farão falta para a execução de outras aplicações.

4. Finalmente, rode também um software de diagnóstico e reparação do registro. Caso você não tenha uma ferramenta dessas, recorra ao Microsoft Live OneCare – sirva-se do link existente aqui no Blog.

Abraços a todos e até a próxima.
Postar um comentário