quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Windows 7

Ainda na semana passada, a gente ponderava sobre a conveniência de permanecer com o XP durante mais algum tempo, antes de pensar seriamente no upgrade para o Vista (coisa que, aliás, são favas contadas; mais hora, menos hora, todos vamos acabar fazendo, para não perder o bonde da história). O curioso é que, nem bem o Vista "emplacou", a Microsoft já tem planos para uma nova versão do Windows (batizada provisoriamente de Windows 7 e com lançamento previsto para 2010), embora evite especular prematuramente sobre seus novos recursos.
O vice-presidente corporativo da divisão de núcleo de sistemas operacionais da empresa declarou recentemente que “peças fundamentais para capacitar tecnologias” - como um hypervisor ou uma mudança drástica na interface do usuário - poderiam ser algumas das novidades do novo sistema operacional (hypervisor é uma plataforma de virtualização que permite que vários sistemas operacionais rodem em um computador ao mesmo tempo).
Além disso, com a freqüência de uso de telas sensíveis ao toque (como o iPhone, da Apple, e o próprio Microsoft Surface), é possível que o Windows 7 integre essa característica.
A empresa informa também que pretende unir a busca no desktop ao Windows Server 2008, para que usuários de desktops possam buscar não apenas por arquivos locais, mas também no servidor. Enfim, é esperar para ver.

Em tempo: Já que estamos falando na Microsoft, a Vanda (abraços, menina) me enviou recentemente uma piadinha interessante. Confiram:

No primeiro dia de aula, a professora chama os alunos um por um e pede que eles se apresentem brevemente, dizendo o nome e a profissão dos pais.
- Eu me chamo Luciana - diz uma menina- minha mãe é dona de casa e meu pai, engenheiro.
- Eu sou o Luís Carlos - diz um garoto - minha mãe é arquiteta e meu pai, bancário.
- Eu sou o Roberto - diz um outro menino - minha mãe é prostituta e meu pai faz strip-tease numa boate gay.
Silêncio sepulcral. A professora, constrangida, muda rapidamente de assunto. No recreio, os colegas perguntam para Roberto:
- É verdade que sua mãe é prostituta e seu pai tira a roupa na frente das bichas?
- Não! - responde o Roberto - É que fiquei com vergonha de contar que eles trabalham na Microsoft!

Bom dia a todos e até a próxima.
Postar um comentário