quarta-feira, 26 de março de 2008

Quem não tem cão...

Configurações de hardware idealizadas para uma realidade vigente dois ou três anos atrás não são compatíveis com as exigências de sistemas e programas atuais. Então, se um upgrade abrangente - ou uma máquina nova - não estiver em seus planos de curto prazo, é bom conhecer alguns truques que podem dar uma "sobrevida" a um PC capenga. Confira:

1- Mantenha seu sistema saudável, atualizado e protegido (consulte outras postagens aqui do Blog sobre procedimentos de manutenção preventiva e corretiva). O Windows oferece recursos nativos para limpeza do HD, correção de erros e desfragmentação dos dados. Talvez eles não sejam um primor de eficiência, mas, se você não tiver nada melhor, use-os.

2 - Nem todo mundo se anima diante do preço de ferramentas como o Norton System Works (da Symantec) e o System Mechanic (da Iolo). Mas o Advanced WindowsCare, da IObit, é gratuito e muito bom (mais informações e download em http://www.iobit.com/advancedwindowscareper.htm). Freewares como o CCleaner (http://www.ccleaner.com/) e o Easy Cleaner (http://personal.inet.fi/business/toniarts/ecleane.htm) também podem ser de grande valia; rode-os regularmente para identificar e remover atalhos quebrados, arquivos desnecessários, duplicados (tome cuidado) e temporários, bem como para solucionar problemas no Registro do Windows.
Observação: Seja seletivo quando for instalar programas. Resista à tentação de baixar softwares inúteis simplesmente porque são disponibilizados gratuitamente (instalar e remover programas com freqüência pode degradar a performance do Windows).

3 - Convém ficar de olho nos processos que consomem muita memória do sistema. Isso inclui aplicativos, serviços de rede e DLLs que controlam o acesso aos arquivos. O freeware Process Explorer (da Sysinternals, já recomendado na postagem de 13 de novembro do ano passado) permite visualizar o que está rodando na máquina e "matar" processos que podem estar deixando seu PC lerdo. Para conhecê-lo melhor esse programinha e fazer o download, visite www.microsoft.com/brasil/technet/sysinternals/utilities/ProcessExplorer.mspx (o arquivo vem zipado e não existe instalador; basta abrir para executá-lo). Na janela principal do Process Explorer, clique com o botão direito em qualquer cabeçalho de coluna, selecione a opção Select Columns, clique na aba Process Performance e marque as caixas CPU Usage e CPU Time. Na aba Process Memory, marque a caixa Virtual Size. Clique em qualquer coluna para reorganizar as informações (se você clicar no cabeçalho Virtual Size, por exemplo, verá uma lista dos processos que mais consomem memória; se clicar no cabeçalho CPU, verá os processos que estão "sugando" o poder de processamento do seu PC). Dê um clique direito sobre os processos que ocupam mais tempo de processador ou tamanho virtual (um por vez) e escolha a opção Kill (ou simplesmente pressione a tecla Del) para desligá-los.
Observação: Tome cuidado para não matar processos essenciais, porque o Windows pode dar pau (pesquise no Google os nomes dos processos para saber o que eles fazem e se é seguro, ou não, desligá-los). O arquivo de ajuda do Process Explorer descreve a operação e o uso da ferramenta; para mais informações, visite a página do Sysinternals Process Explorer Forum.

4 - Assegure-se de que seu XP esteja configurado para usar DMA - solução mediante a qual o disco rígido transfere dados diretamente para a memória RAM, "aliviando" o trabalho do processador. Para isso, clique em Iniciar > Painel de Controle > Sistema > Hardware > Gerenciador de Dispositivos e expanda a seção Controladores IDE ATA. Clique então no sinal de "+", dê duplo clique em Canal IDE Primário e, em Configurações Avançadas, confira se a opção DMA está selecionada nos dois modos de transferência. Faça os ajustes necessários, dê OK e repita esse procedimento para o Canal IDE Secundário. Ao final, reinicie seu computador.

5 - Se teclado, mouse, impressora, scanner e demais periféricos que você utiliza forem do padrão USB, experimente desabilitar as portas COM e LPT para melhorar o desempenho do PC (principalmente na inicialização). No Gerenciador de Dispositivos, localize a seção correspondente, clique no sinal de "+", dê um clique direito na porta em questão, escolha a opção Desabilitar e reinicie o computador.

6 - Mensagens de erro freqüentes, reinicializações aleatórias e travamentos "inexplicáveis" podem advir do aquecimento excessivo dos componentes internos do computador (foi-se o tempo em que o exaustor da fonte de alimentação era suficiente para expulsar ar quente do interior do gabinete). Máquinas modernas - com chips operando em altas velocidades e uma porção de componentes (drives de HD/CD/DVD, módulos de memória, processador gráfico etc.) gerando muito calor - precisam de coolers dedicados e ventoinhas adicionais, especialmente se utilizadas em locais cuja temperatura ambiente seja muito elevada.
Observação: A fonte de alimentação costuma ser "esquecida" pelos usuários na hora do upgrade. A modificação da configuração original do PC, com substituição ou acréscimo de componentes (processadores, chipsets, drives de HD e CD/DVD, placas gráficas e módulos de memória) cada vez mais poderosos não só requer um sofisticado sistema de ventilação - geralmente provido por coolers dedicados e ventoinhas adicionais -, mas também uma fonte mais "robusta" e confiável.

7 - Muita gente não tem noção da quantidade de poeira e outros detritos que adentram o gabinete e se acumulam nas placas, módulos, slots e - especialmente - nas ventoinhas dos coolers. Além de prejudicar o resfriamento, essa sujeira pode comprometer o contato dos componentes internos do computador, razão pela qual convém remover a tampa do case e fazer uma limpeza em regra de tempos em tempos (a periodicidade varia de acordo com as condições do ambiente e o uso da máquina; em situações normais, uma faxina semestral estaria de bom tamanho). Normalmente, você só precisa de um pincel e de um aspirador de pó portátil (se ele for capaz de soprar além de sugar, tanto melhor), mas um vidrinho de álcool isopropílico, uma latinha de spray limpador de contatos e uma borracha de apagar (para limpar os contatos dos módulos e placas de expansão) também podem ser de grande ajuda.

Um bom dia a todos.
Postar um comentário