quinta-feira, 13 de novembro de 2008

BitTorrent

O BitTorrent - cliente de torrent criado por Bram Cohen como uma solução para os gargalos de download - tornou-se uma ferramenta eficaz na distribuição da arquivos volumosos. Por dividir a carga entre milhares de cópias dos arquivos (a partir de clientes ou pontos), o serviço dispensa um servidor central e permite baixar em poucos minutos uma distribuição Linux de 600 MB, por exemplo - desde que haja um swarm adequado, e que o interessado tenha uma conexão em banda larga decente.
Para quem não sabe, "swarm" é o nome que se dá ao conjunto de "peers" e "seeds" - respectivamente os clientes que estão baixando um arquivo (que também enviam pedaços dos arquivos, conforme estes lhes são oferecidos) e os que já possuem cópias completas disponíveis para upload. Aliás, sempre que os downloads são concluídos, as regras de etiqueta recomendam que os clientes deixem os arquivos disponíveis para alimentar outros usuários (quem ignora esse protocolo é chamado de "leech" - ou sanguessuga, em português).
A despeito do muito que se fala do BitTorrent, o sistema é perfeitamente legal, embora o uso que muita gente faz dele não o seja (não custa lembrar que piratear arquivos protegidos pelas leis de copyright é crime passível de processo judicial).
Enfim, como se costuma dizer, armas não matam pessoas; PESSOAS matam pessoas.
Bom dia a todos e até amanhã.
Postar um comentário