segunda-feira, 9 de março de 2009

Netbooks

Embora já tenhamos apresentado diversas dicas e sugestões para a aquisição de um computador novo, seja ele de mesa ou portátil, faltou falar nos "netbooks" (termo criado pela Intel para referenciar laptops menores, mais leves e mais baratos do que os portáteis tradicionais), de modo que reservei o post de hoje preencher essa lacuna, ainda que em rápidas pinceladas.
A primeira geração de netbooks tinha como alvo os usuários domésticos - notadamente os estudantes, visto que o peso e as dimensões reduzidas desses aparelhos permitem transportá-los numa simples bolsa ou mochila. Mais adiante, porém, os fabricantes passaram a oferecer modelos para uso corporativo, com mais componentes do que os voltados aos consumidores finais, mas isso já é uma outra história.
Importa mesmo é dizer que os netbooks primam pela portabilidade: alguns chegam a ser 50% menores do que um note convencional, além de pesar menos de 1 quilo. Todavia sua configuração modesta (chip Intel Atom 1.6 GHz, pouca RAM e drives SSD de capacidades reduzidas) limita a utilização a tarefas simples, tais como edição de documentos, gerenciamento de e-mails e navegação na web - rodar games, manipular grandes imagens ou criar vídeos nessas máquinas, nem pensar. E ainda que não sejam vorazes no consumo de energia, suas baterias de três células oferecem autonomia bastante reduzida (cerca de duas horas, e olhe lá!); se a idéia for utilizá-los longe da tomada, é bom providenciar uma bateria extra.
No quesito conforto, mesmo considerando que esse fator seja subjetivo, sugiro escolher um modelo com tela de pelo menos 10 polegadas e resolução de 1024 x 600 pontos, bem como testá-lo ainda na loja, especialmente para verificar se o tamanho e o layout do teclado são satisfatórios para você.
A maioria dos netbooks é baseada no XP ou em alguma distribuição Linux (o XP roda, mas parece um caminhão carregado subindo ladeira; o Linux é mais ágil e proporciona uma redução do preço final do produto, mas nem sempre satisfaz usuários habituados à plataforma Windows). Já a instalação de aplicativos de escritório, produtividade, segurança e demais programas fica a cargo dos usuários - vale lembrar que o Google Pack Page (http://pack.google.com/intl/pt-br/pack_installer.html) oferece bons programas gratuitos para download.

EM TEMPO: Amanhã tem patch tuesday, e a Microsoft ficou de liberar três correções (uma crítica e duas importantes) para o Windows. Atualizem seus sistemas.

Bom dia a todos.
Postar um comentário