quinta-feira, 16 de abril de 2009

Imagens

Embora existam diversos formatos de arquivo para salvar imagens (BMP, JPG, GIF, PNG, TIF, etc.), convém fazê-lo sempre levando em conta a aplicação pretendida, já que a escolha influencia tanto a qualidade das imagens quanto o tamanho final dos arquivos.
Ainda que ofereça ótima resolução - já que não utiliza compressão -, o BMP (bitmap) gera arquivos gigantescos, de modo que, para publicar fotos na Web ou enviá-las por e-mail, é mais indicado usar o popular JPG (ele produz arquivos bem menores e permite ajustar o fator de compressão de forma a alcançar um meio-termo entre resolução e tamanho). Todavia, se a idéia for retrabalhar as fotos, é melhor salvá-las no formato TIF, que gera arquivos de tamanho mediano e não compromete (muito) a qualidade da imagem.
O GIF também comprime as imagens, mas o faz limitando a quantidade de cores simultâneas possíveis. Para figuras com poucas cores (como logomarcas ou ícones), ele é uma boa opção, mas por representar apenas 256 cores, não é indicado para salvar imagens que misturem fotos com áreas de texto - situação na qual é melhor optar pelo PNG (Portable Network Graphics), que é compatível com os navegadores de Internet e suportado pela maioria dos programas gráficos modernos, além de gerar arquivos compactos que representam bem fotografias e elementos diversos.
Até mais ler.
Postar um comentário