terça-feira, 18 de setembro de 2012

OUTLOOK, HOTMAIL, GMAIL – encontros e despedidas

Antes de passar ao assunto do dia, achei de gastar algumas linhas para dizer que este final de inverno atípico têm infernizado SAMPA com altas temperaturas e baixa umidade dignas do sertão nordestino. Por conta disso, acho que meus leitores devem ter debandado para o litoral ou subido a serra, sei lá eu, pois os acessos do último fim de semana, somados com os da sexta-feira, não chegaram à metade do que foi computado na quarta ou na quinta, que normalmente são os dias de maior "audiência". Comentários, então, mal dão pra remédio.
Parafraseando meu amigo Guilherme, ISTO NÃO É UM MONÓLOGO, PESSOAL! VAMOS PARTICIPAR!

Passando ao que interessa, houve época em que o custo da conexão discada e o espaço miserável das caixas postais dos serviços de webmail exigiam o uso de um programa cliente, mas isso mudou com o lançamento do Gmail, em abril de 2004. Aliás, quando o Google anunciou que o espaço gratuito para cada usuário corresponderia a 500.000 páginas de email – muito superior ao que era oferecido pelos gigantes Hotmail e Yahoo!Mail –, houve quem achasse tratar-se de pegadinha de 1º de abril.

Observação: Falando em armazenamento, em 2007 a Google lançou o projeto “infinito +1, que vem aumentando sua capacidade de armazenamento à razão de quatro bits por segundo (basta abrir a página inicial do Gmail para conferir os números aumentando).

Para desgosto de muitos usuários (inclusive deste que vos escreve), o Outlook Express – não confunda com o dublê de agenda e cliente de emails MS Outlook, que faz parte pacote Office e é chatinho de usar – deixou de acompanhar o Windows desde a edição Vista, e deverá ser sepultado juntamente com o XP, no início de 2014. Seu sucessor natural é o WindowsLive Mail, embora haja outras opções interessantes – caso do Incredimail, que eu uso e recomendo, ou do GMX Mail, que também é prático e fácil de configurar e usar.

Abraços a todos e até amanhã.
Postar um comentário