quinta-feira, 17 de agosto de 2017

COMO EVITAR GOLPES ONLINE ― PARTE 3

PORQUE ÉS MORNO, E NÃO QUENTE NEM FRIO, VOMITAR-TE-EI!

O Spam nada mais é que a versão digital da velha mala-direta e o Scam, sua variação mal-intencionada. O primeiro, geralmente de cunho publicitário, é inofensivo, mas seu clone “do mal” é dissimulado e perigoso ― e o fato de ser dissimulado o torna ainda mais perigoso, pois não existe software de segurança capaz de proteger o usuário de si mesmo.

Manter o computador atualizado é fundamental. Muitos códigos maliciosos se aproveitam de falhas de segurança no sistema e nos aplicativos, daí a importância de aplicar as correções disponibilizadas regularmente pela Microsoft, bem como atualizar os aplicativos de terceiros. Para saber mais sobre as “atualizações automáticas” do Windows, clique aqui; para atualizar facilmente seus apps “não-Microsoft”, use o UPDATE CHECKER  ou o OUTDATEFIGHTER.

Mesmo que não seja garantia de invulnerabilidade, uma suíte de segurança ativa e atualizada ajuda um bocado. Quem não quer ou não pode investir numa suíte ― tipo Internet Security ― comercial tem a opção de “montar” seu arsenal de defesa com antivírus, firewall e antispyware gratuitos, ainda que de fabricantes diferentes. Mas é bom ter em mente que essa solução propicia conflitos entre os apps, e como existem diversas opções de suítes gratuitas, é melhor escolher uma delas.

O Avira Free Antivirus é uma boa opção gratuita, pois oferece proteção abrangente contra a maioria das ameaças e conta com o Protection Cloud ― que não só provê proteção em tempo real contra ameaças zero day, mas também identifica malwares contra os quais ainda não existe vacina. Mesmo assim, não deixe de conferir (nesta página) os recursos adicionais que são oferecidos pelas opções pagas do Avira. O Avast Free Antivirus também é gratuito e igualmente eficiente, mas não deixe de visitar o site da Avast para conferir as soluções pagas que o fabricante oferece. Os preços são palatáveis, o pagamento pode ser parcelado, e você ainda escolhe se quer licenciar o produto por 1 ou 2 anos, contratar a renovação automática e/ou estender a proteção para outro PC, smartphone ou tablet.

Continuamos na próxima postagem.


TUTTI BUONA GENTE

O escritor e cronista Mentor Neto publicou um texto imperdível em sua coluna na edição 2487 da Revista IstoÉ. Segue uma versão abreviada:

Breno Borges foi flagrado pela polícia com 129 kg de maconha, armamento de uso exclusivo do Exército e munições. Preso em flagrante, o moço estaria bem encrencado se não fosse filho da desembargadora Tânia Borges, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul: a magistrada decidiu que seu pimpolho não poderia ser preso porque, coitado, sofre da Síndrome Borderline ― ou, conforme consta do processo, possui “desvio dos padrões de comportamento”. Desvio bravo, desses que levam 129 kg de maconha e fuzis no carro.

Bruno Borges é outro filho da mesma desembargadora. Advogado, defende a namorada do irmão, que se encrencou no mesmo flagrante. Em 2005, ele foi preso por assalto à mão armada em Campo Grande. Não ficou nem um dia na cadeia. Enquanto seu comparsa foi enviado ao presídio, a desembargadora-mãe interviu, e o pimpolho foi internado numa clínica psiquiátrica.

O forte dessa jurista não é manter seus filhos dentro da lei, mas mantê-los fora da cadeia. Bonito a gente ver uma mãe tão dedicada. O Conselho Nacional de Justiça (finalmente) abriu uma investigação contra três desembargadores do Mato Grosso do Sul, dentre os quais está a desembargadora Tânia Borges. Quem sabe, né? ― dirá você, entoando este mantra que vimos repetindo há pelo menos dois anos. Quem sabe isso, quem sabe aquilo.

Esse caso é um retrato do Brasil de hoje. Nós permitimos que a falta de ética extrapolasse as cuecas, as salas das repartições públicas e invadisse as salas de jantar e os almoços de domingo dessa gente. A safadeza “capilarizou” de tal forma que saiu da camada dos responsáveis diretos e contaminou seus parentes. Veja o exemplo (grotesco) do senador Aécio Neves, que está de volta à sua atuação política belo e formoso, enquanto a irmã e o primo usam tornozeleira. Pai, filho, irmão, primo, tio. Família lembra Máfia, e, sem que nos déssemos conta, nosso país foi, aos poucos, dominado por pequenas “famiglias” de corruptos. Alguns exemplos: O casal Sérgio Cabral e senhora. O ministro [do STF] Luiz Fux, que encaixou a filha como desembargadora numa sabatina relâmpago. O ex-ministro [de Michel Temer] Geddel Vieira Lima, que pensou no conforto da famiglia quando quis garantir o apartamento em área de preservação histórica. A famiglia Garotinho e Rosinha, de triste lembrança. E como falar em famiglia sem lembrar da mais famosa do Brasil, unidos na praia e no sítio ― o pai, orgulhoso, diz que Lulinha “é um fenômeno”.

É bonito ver que essa gente passa a mão no seu e no meu dinheiro, mas que o Sagrado Núcleo Familiar continua sempre preservado.

Confira minhas atualizações diárias sobre política em www.cenario-politico-tupiniquim.link.blog.br/
Postar um comentário