terça-feira, 7 de julho de 2009

Mensagens de erro - primeira parte

Dias atrás, a Márcia pediu que eu publicasse uma matéria sobre as mensagens de erro do Windows, e eu prometi atendê-la, a despeito de já havermos enveredado por esses meandros em outras oportunidades (inclusive em alguns livrinhos da Coleção Guia Fácil Informática). Cumpre salientar, todavia, que a complexidade desse assunto daria um livro com centenas de páginas (e talvez nem assim fosse possível amarrar todas as pontas), razão pela qual, longe de esgotar o assunto, esta e as próximas duas postagens limitam-se a focar alguns aspectos básicos e oferecer umas poucas sugestões elementares.
Passando ao que interessa, embora sejam desagradáveis e até certo ponto assustadoras, as mensagens de erro oferecem pistas para a solução de diversos problemas, tanto no campo do hardware quando do software. Com base nelas, você pode eventualmente localizar a origem do problema e, com um pouco de sorte, uma possível solução, ainda que – infelizmente – não exista uma receita mágica aplicável a todos os casos.
Diante de uma mensagem de erro, deve-se primeiramente tentar identificar seu tipo ou categoria, descobrir quando e por que ela ocorreu, quais partes precisam de ser destacadas para se encontrar uma solução e onde obter ajuda para resolver o problema.

Observação: A Base de Conhecimentos da Microsoft (http://support.microsoft.com/) é um verdadeiro manancial de informações, mas, ao pesquisar, você não deve inserir toda a mensagem de erro, e sim limitar-se ao tipo da mensagem e aos códigos eventualmente presentes. Por exemplo, para “A fatal exception oE has ocurred at 028:Co282dBo in VxD IFSMGR(03) + oooo CF7C”, escreva “fatal exception oE VxD” em sua pesquisa; se não obtiver resultados, tente remover uma palavra e/ou selecionar All Microsoft Search Topics em vez de um produto específico, e caso obtenha muitos resultados, refine a pesquisa acrescentando mais palavras, expressões completas ou combinações de palavras, incluindo a expressão original.

Os travamentos do Windows são chamados de interrupções quando causados pelo hardware ou pelo próprio sistema operacional, e de exceções quando originados pelos aplicativos. Via de regra, as mensagens se dividem em quatro categorias principais: “Exceções Fatais”, “Erros de Proteção”, “Páginas Inválidas” e “Kernel32.dll”.
Uma exceção fatal ocorre quando o processador depara com uma operação impossível de ser executada – devido a uma falha de programação, um código demasiadamente confuso ou uma operação matemática que não pode ser resolvida, por exemplo, ou mesmo à existência de setores danificados na RAM, a componentes mal instalados ou mal configurados e a recursos incorretamente alocados. Se você não conseguir encontrar a solução para o problema na Base de Conhecimentos da Microsoft, use as informações reportadas na famigerada tela azul da morte para pesquisar com o Google ou outro buscador de sua preferência. Por exemplo, na mensagem “A fatal exception XY has ocurred at xxxx:xxxxxxxx”, o XY diz respeito ao tipo de exceção que ocorreu, e os dados seguintes indicam a localização do erro na memória. Copie o código e tente primeiramente obter informações em http://support.microsoft.com/gp/errormessage/pt-br. Note que, na maioria das vezes, o computador ficará “travado” até que você reinicie o sistema, mas não o faça antes de anotar pelo menos os dois dígitos iniciais do código de erro.

Dica: Na hora de identificar erros que acarretam panes no Windows ou nos aplicativos, a ferramenta “Visualizar Eventos” pode ser uma mão na roda. Para acessá-la, abra o Painel de Controle, clique em Ferramentas Administrativas e no ícone Visualizar Eventos. O item Sistema, situado na árvore de diretório do utilitário, registra as atividades realizadas no Windows, e o item Aplicação, o que está relacionado a outros softwares (é possível que outros tipos de aplicativos criem mais itens na árvore de diretório).
Os eventos são razoavelmente auto-explicativos, e as caixas de “Erro” e de “Alerta” são aquelas com as quais você deve se preocupar. Dando duplo clique sobre um evento você abrirá a tela das Propriedades do Evento e encontrará detalhes sobre o erro em questão e um link para o site de suporte da Microsoft. Para mais detalhes sobre os tipos de erros e o que eles significam, acesse o site http://eventid.net/ (copie o número do evento no campo eventID ou pesquise por palavras-chave que vêm na mensagem de erro usando o campo “Source”).

Amanhã a gente continua.
Abraços e até lá.
Postar um comentário