quarta-feira, 28 de março de 2012

WINDOWS XP, SEVEN, EIGHT...


Foi com “dor no coração” que migrei do velho XP para o Seven, mas de tanto que simpatizei essa “nova” versão do Windows, prevejo um repeteco quando chegar a hora de adotar o Eight – que já está disponível em edição Consumer Preview para avaliação gratuita (para mais informações e download, clique aqui).

Observação: Tenha em mente que versões Beta são “balões de ensaio” destinados a auxiliar os desenvolvedores de software a aprimorar seus produtos antes do lançamento oficial, de modo que você só deve instalá-las em seu PC de trabalho em dual boot ou utilizando uma máquina virtual. Uma instalação “dual” permite manter dois sistemas operacionais no mesmo PC e escolher, no momento da inicialização, qual deles deverá ser carregado, mas isso exige o particionamento do HD e outras providências cuja abordagem foge aos propósitos desta postagem.

O Windows 8 roda na maioria dos computadores de fabricação recente – os requisitos mínimos são CPU de 1 GHz, 1 GB de RAM, 16 GB de espaço livre no disco, placa gráfica que suporte o DirectX 9 e monitor com resolução de pelo menos 1024 x 768 (para a interface Metro), e se você tiver uma conta no Windows Live e utilizá-la no login, o Mail, o People (cliente de emails e lista de contatos, respectivamente) e algumas de suas preferências pessoais serão configurados automaticamente.
A gama de componentes nativos dessa “futura” versão é bem maior do que a das anteriores, sem mencionar que o usuário contará com o Windows Store (qualquer semelhança com a Apple Store não é mera coincidência) para obter aplicativos adicionais. Por outro lado, é provável que o sumiço do tradicional Menu Iniciar seja bem recebido pela maioria dos usuários, mas como tudo é uma questão de adaptação, vamos continuar acompanhando o desenrolar dos acontecimentos para ver que bicho vai dar.

Abraços e até mais ler. 
Postar um comentário