quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

DEU PAU? REINICIALIZE O PC!


Ao ligar o PC e aguardar impacientemente os “intermináveis” minutos de boot, muitos usuários nem se lembram dos gigantescos cérebros eletrônicos dos anos 1950/60, que ocupavam salas inteiras, mas tinham menos poder de processamento que uma calculadora de bolso atual. No entanto, a despeito de toda a evolução tecnológica havida desde então, reiniciar o computador continua sendo a primeira providência a ser tomada diante de eventuais panes ou travamentos do sistema.

Observação: Segundo uma velha piadinha envolvendo Bill Gates e a General Motors, se a Microsoft fabricasse carros, ocasionalmente o motor “morreria” sem nenhuma razão aparente, e o usuário teria simplesmente de aceitar o fato, descer do carro, trancá-lo, tornar a destrancar, entrar novamente, ligar o motor e seguir adiante.

Gozações à parte, ainda que as versões mais recentes do Windows travem bem menos do que as 9x/ME, desligar e religar o aparelho geralmente recoloca o bonde nos trilhos. Todavia, para ganhar tempo, abra o Gerenciador de Tarefas, encerre o processo explorer.exe e reinicie-o em seguida. Se não funcionar, escolha Fazer logoff nas opções de desligamento do menu Iniciar. Se nem isso resolver, escolha Reiniciar ou parta logo para o desligamento (aguarde 1 ou 2 minutos antes de tornar a ligar o PC).
Se o travamento paralisar o sistema a tal ponto que o mouse e o teclado deixem de responder, acione o botão RESET, caso exista, ou pressione rapidamente o botão POWER. Se isso não resultar na reinicialização (ou desligamento), desligue o aparelho “na marra” mantendo o botão POWER pressionado por cerca de 5 segundos. Note, porém, que essa medida deve ser tomada somente se as demais falharem, pois ela simplesmente interrompe o fornecimento de energia – ou seja, o PC é desligado sem que os aplicativos, processos e serviços sejam devidamente encerrados.
Para saber mais sobre instabilidades, telas azuis e travamentos do Windows, clique aqui para acessar uma sequência de postagens que eu publiquei em 2007, mas cujos conceitos, em sua maioria, continuam aplicáveis.

Tenham todos um ótimo dia.
Postar um comentário