terça-feira, 14 de novembro de 2006

Programas rebeldes

Embora a instalação de programas seja um procedimento quase que totalmente automático, sua remoção é um pouco mais complicada e até problemática, se procedida de maneira inadequada, porque pode acarretar lentidão e instabilidade e até travamentos ao sistema.
Não custa lembrar que a maioria dos softwares, ao ser instalada, cria pastas, atalhos, e faz modificações no Registro do Windows, coisa que nem sempre é devidamente revertida durante a desinstalação. Isso quando o aplicativo removido não leva de embrulho arquivos de biblioteca (DLLs) compartilhados por outros programas, que passam a apresentar problemas de funcionamento.
Assim, sempre que você for desinstalar um software qualquer do seu PC, faça-o através do desinstalador correspondente ou, na falta dele, via Painel de Controle > Adicionar ou Remover Programas. Concluída a desinstalação, reinicie o computador, localize quaisquer componentes que porventura tenham sobrado e remova-os manualmente. Rode então sua ferramenta de manutenção preferida (Norton System Works, System Mechanic, CCleaner, MV RegClean ou similar) ou valha-se de Live OneCare, da Microsoft, cujo link, como você sabe, está disponível na porção direita da janela aqui do Blog.
Há casos, todavia, em que você desinstala um programa e, a despeito da mensagem dando conta de que o processo foi concluído com êxito, a entrada continua figurando na lista Adicionar ou Remover Programas, no Painel de Controle. Nessas circunstâncias, o jeito é fazer uma breve incursão pelo Registro para eliminar de vez o software rebelde. Para isso:


1 - Clique em Iniciar > Executar, digite "regedit" (sem as aspas) e clique em OK.
2 - No menu à esquerda da tela do Editor do Registro, expanda a chave HKEY_LOCAL_MACHINE e navegue por Software/Microsoft/Windows/CurrentVersion/Uninstall. 3 - Um nível abaixo, você verá uma lista com todos os aplicativos presentes em Adicionar ou Remover Programas. Localize o software rebelde, dê um clique direito sobre ele e escolha a opção Excluir.
4 - Feito isso, feche o Editor do Registro e reinicie o computador.

Note que o Registro do Windows é um banco de dados importante, e que sua edição manual é um procedimento delicado. Alterações impróprias ou mal sucedidas podem comprometer a estabilidade ou mesmo inviabilizar o funcionamento do computador.
Antes de se aventurar por essas águas turvas, crie um ponto de restauração e faça um backup do Registro (ou da chave que você pretende modificar). Na hipótese de alguma coisa sair errada, você poderá reverter o processo sem maiores dificuldades.
Bom dia a todos e até amanhã.
Postar um comentário