quinta-feira, 24 de junho de 2010

Ainda a Privacidade (final)

O Gmail pode não despertar grandes preocupações – afinal, e-mails são supostamente sigilosos –, mas é a porta de entrada para um dos serviços mais polêmicos lançados pela Google nos últimos tempos: o Google Buzz (ativado automaticamente para todos os usuários do Gmail por ocasião de seu lançamento, em fevereiro passado), que mostra quem os usuários estão seguindo, quem os seguem e quais configurações de privacidade se aplicam (permitindo rever a lista e bloquear seguidores indesejáveis, por exemplo). Seu ponto mais polêmico era a publicação das listas de contatos, montadas pela própria ferramenta e liberadas sem consulta prévia, mas a aba Goggle Buzz, em Configurações, oferece a opção de não exibir essas listas no perfil público dos usuários. Posteriormente, o Google passou a permitir ativar ou desativar o Buzz clicando no link respectivo, no pé da página do Gmail (quem quiser realmente desligá-lo deve clicar em Configurações, no canto direito da tela, escolher a aba Google Buzz e clicar no link "Desativar o Google Buzz completamente").
O YouTube (que faz parte do Google desde 2006) foi projetado para a divulgação de vídeos na web, mas oferece a possibilidade de se fazer ajustes de privacidade – como impedir que o serviço use as informações da sua conta para oferecer “publicidade relevante”, por exemplo (isso não bloqueia a publicidade, mas evita que você receba anúncios de acordo com seus dados pessoais, como gênero e faixa etária). Também é possível bloquear a exibição de estatísticas e dados sobre os vídeos, bem como restringir o envio de mensagens e o compartilhamento de vídeos apenas a amigos. Para configurar cada vídeo individualmente, clique em Vídeos, selecione aquele que você deseja reconfigurar e clique em Editar. Uma caixa do lado esquerdo inferior da tela exibe as opções Compartilhar seu vídeo com o mundo (padrão) e Privado (visível para até 25 pessoas). Nesta última, é possível escolher entre gerar um endereço web de acesso limitado (para colar e enviar por e-mail às pessoas com as quais você vai compartilhar) e o compartilhamento privado com os usuários do YouTube – nesse caso, você precisará informar os nomes dos usuários para notificá-los da existência do vídeo. Outras opções incluem a distribuição (que pode ser restrita a PCs, sem incluir celulares e TV), a não incorporação do vídeo por sites externos (o que impedirá a geração de código embedded, para inserção em outros sites) e a não informação de dados de localização (para que não saibam onde o vídeo foi gravado).

As opções de ajuste de privacidade da rede social do Google estão sob o link Configurações do Orkut, no canto direito superior da tela. Um clique nesse link abrirá a página Minhas Configurações. Clique na aba Privacidade para abrir as opções de ajuste, tais como “Visitantes do Perfil” (que permite bloquear a publicação de informações que denunciam quem bisbilhotou seu perfil) e “Orkut nos Resultados da Pesquisa do Google” (escolha "Ocultar Informações" caso não queira que seus dados sejam listados nos resultados de pesquisa do Google). As solicitações de amigos também podem ser restringidas: o padrão é receber convites de qualquer um no Orkut, mas é possível restringir as solicitações a amigos dos amigos ou com base em países e regiões específicas. Em relação a fotos, é possível desativar a marcação e impedir que você seja identificado nas fotos de outras pessoas (no novo Orkut, as atualizações feitas são exibidas na página de perfil das pessoas, mas elas podem ser desligadas clicando na opção “Ocultar Atualizações”). Clicando em Meus Álbuns a partir da tela de perfil, você encontrará uma lista de álbuns, cada qual com o botão Editar. Clique nele para configurar quem pode ver o álbum – só alguns amigos, todos os amigos ou todos do Orkut. A opção “Só Alguns Amigos” permite selecionar indivíduos ou de grupos inteiros, como Melhores Amigos, Conhecidos, ou Contatos de e-mail. As informações do perfil pessoal não fazem parte da guia Privacidade, mas você pode restringir o acesso a elas clicando em Mais Informações, no cabeçalho da página de perfil. Clique no link Editar, à frente da opção Perfil no menu esquerdo da tela principal, e escolha a opção de visualização desejada (Só Eu, Apenas Meus Amigos, Amigos dos Amigos e Todos).

O Picasa Web Álbuns traz, sob o link Configurações do canto superior direito da página, o acesso à aba Privacidade e Permissões. Você pode permitir a utilização das fotos sob a licença Creative Commons (embora a segunda opção – proibir a utilização – dificilmente possa ser respeitada) ou bloquear o download das fotos. Em relação aos álbuns, é possível definir para quais grupos o acesso será liberado (Amigos, Família e Colegas de Trabalho, que você pode preencher com seus contatos do Gmail). Também é possível definir o compartilhamento de cada álbum mediante as opções Público (o álbum aparece para todos que visualizarem seu perfil no Picasa), Não Listado (só você verá o álbum) e Login necessário para Visualizar (permissão apenas para os que estiverem conectados ao Picasa). Para ajustar essas configurações, entre no Picasa, clique num álbum para abri-lo e no link Editar da barra de ferramentas, escolha “Propriedades do Álbum”, faça os ajustes desejados e, ao final, clique em Salvar Alterações.

Bom dia a todos e até mais ler
Postar um comentário