sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Seguro morreu de velho (conclusão) e humor de sexta-feira

Segurança é o carro-chefe do nosso Blog, e considerando que a audiência é rotativa, não custa tornar a alertar a todos sobre o perigo de ter a máquina contaminada por trojans (ou cavalos-de-Tróia). Esse tipo de malware – fartamente utilizado para roubar dados bancários e números de cartão de crédito – costuma chegar através de spams, de anexos de emails ou de links publicados em redes sociais, visando coletar e enviar as informações para os crackers, que montam pacotes e os vendem para os estelionatários de plantão.
A atualização adequada do sistema e dos programas e o uso de antivírus e firewalls responsáveis não são soluções infalíveis, mas diminuem sensivelmente o perigo de infecções por pragas virtuais. No entanto, como essas ferramentas não são capazes de proteger os usuários de si mesmos, é muito importante evitar atividades de risco (navegar por sites suspeitos, instalar freewares de origem duvidosa, clicar em links estranhos e abrir anexos de emails pouco confiáveis).
Se o PC passar a apresentar comportamentos estranhos, você pode ir pondo suas barbichas de molho: lentidão anormal da máquina ou da conexão com a Internet, janelinhas pop-up que explodem na tela sem qualquer razão aparente e mensagens ou comunicados estranhos dando conta da necessidade de proteger seu computador, por exemplo, são sólidos indícios de infecção.
Outros sintomas comuns são o desaparecimento inopinado de arquivos pessoais ou de atalhos, a desativação “espontânea” do antivírus ou do firewall, a mudança do idioma de determinados aplicativos, a abertura de sessões de internet e o envio automático de e-mails sem o comando (ou o conhecimento) do usuário.
Nessa situação, além de atualizar o antivírus com as definições mais recentes e fazer uma varredura completa no sistema, vale também obter uma segunda (ou terceira, ou quarta) opinião com serviços online como o como o TrendMicro HouseCall, o Live OneCare ou o ActiveScan (dentre diversas outras opções já sugeridas aqui no Blog).

Passemos agora à nossa tradicional piadinha de sexta-feira:

Visivelmente bêbada, a "perua" sai da boate cambaleando e caminha em direção ao seu carro esporte. Ao tentar introduzir a chave na fechadura, ela cai sentada, de pernas abertas, e quando se de conta de que não está usando calcinha, começa a conversar com suas “partes íntimas”:
- Vc paga o carro, paga as jóias, paga as minhas plásticas, a casa onde eu moro... Vc me dá tanto dinheiro, permite que eu escolha o homem que me agrade....
De repente, ela começa a urinar e diz:
- Não precisa chorar!!! Eu não estou zangada com você, tô só conversando!!!


Boa final de semana a todos e até mais ler.
Postar um comentário